quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Prata e Bronze para Portugal

Terminou ontem a XXII Olimpíada Iberoamericana de Química, realizada na mais antiga escola de ensino médio em funcionamento no Brasil, o Colégio Pedro II originalmente denominado Imperial Colégio de Pedro II, fundado no Rio de Janeiro em 1837.

A equipa nacional está de parabéns, Rui Emanuel Ferreira da Silva (Colégio Internato dos Carvalhos) trouxe para Portugal a medalha de prata e Tiago Raul de Sousa Pereira (ES Almeida Garrett - Vila Nova de Gaia) a de bronze. Esperemos que este resultado seja um bom auspício para a química em Portugal, que, como Paulo Claro, secretário-geral da Sociedade Portuguesa de Química, SQP, nos contará no próximo Boletim, já no prelo, apesar dos relativos bons resultados no ingresso deste ano precisa atrair mais alunos!

1 comentário:

Anónimo disse...

Para quando o destaque à prestação portuguesa nas Olimpíadas Iberoamericanas de Física?

LITORAL

Por A. Galopim de Carvalho Uma definição de litoral deu-a Luis de Camões que, para além do grande poeta, foi homem de muitos saberes, com de...