terça-feira, 28 de agosto de 2007

O factor "uau" ou Há tesouros nas livrarias


Leiam-se estes tesouros da asneira que aparecem no livro "O Segredo", de Rhonda Byrne, Lua de Papel, 2007 (p. 160), que é actualmente não só um dos mais vendidos em Portugal como em todo o mundo:

"Nunca estudei ciências nem física na escola e, no entanto, quando li livros complexos sobre física quântica percebi-os perfeitamente porque os queria perceber. O estudo da física quântica ajudou-me a ter uma compreensão mais profunda do Segredo, a um nível energético. Para muitas pessoas, a sua fé é fortalecida quando vêem a perfeita correlação entre o conhecimento do Segredo e as teorias da nova ciência.

Deixe-me explicar-lhe como é que você é a torre de transmissão mais poderosa dio Universo. Em termos simples, toda a energia vibra com uma certa frequência. Como energia que é, você também vibra com uma frequência, e o que determina a sua frequência a qualquer momento é aquilo em que está a pensar e a sentir. Todas as coisas que deseja são feitas de energia, e estão também a vibrar. Tudo é energia.

Aqui está o factor "uau". Quando pensa naquilo que quer, e emite essa frequência, faz com que a energia daquilo que quer vibre nessa frequência e com que isso seja trazido a Si! Ao focar-se naquilo que quer, está a mudar a vibração dos átomos dessa coisa e está a fazer com que vibre para Si. A razão pela qual você é a torre de transmissão mais poderosa do Universo é o facto de lhe ter sido dado o poder de focar a sua energia através dos seus pensamentos e de alterar as vibrações daquilo em que está focado, e que é depois magneticamente atraído até si."

12 comentários:

  1. Gostei!
    As propriedades magnéticas da energia são sem dúvida um "tiro" na físia clássica e moderna. Sem dúvida, um bom exemplo daquilo que é a física pós-moderna.
    Só me fica uma dúvida. Como é que com tantas ondas se resolve o problema da interferência.
    (P.V.)

    ResponderEliminar
  2. Uma educação em Ciência desenvolve o pensamento crítico. Pena que aqui não exista muito.

    ResponderEliminar
  3. Lindo. Gostei particularmente da expressão: "Ao focar-se naquilo que quer, está a mudar a vibração dos átomos dessa coisa e está a fazer com que vibre para Si.".
    Espero que encontrem mais jóias destas.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  4. Pois é, mas estas mistelas vendem-se como pãezinhos quentes e não só a analfabetos, mas a muita gente que frequenta ou frequentou Universidades e não apenas das Independentes...

    ResponderEliminar
  5. Eu tenho uma livraria em Tomar e o que é certo é que nem com o livro da Carolina vi uma tal sofreguidão para obter um livro.
    Ainda não o recebi, mas bem me pareceu que dali não vinha coisa boa!

    ResponderEliminar
  6. Será que me posso aproximar de criancinhas ou serei pior que uma antena de telemóveis ?

    ResponderEliminar
  7. Quando conseguir parar de rir escreverei um comentário a sério

    ResponderEliminar
  8. Eu por mim acho que nunca vou conseguir parar de rir!

    Esta do Nunca estudei ciências nem física na escola e, no entanto, quando li livros complexos sobre física quântica percebi-os perfeitamente porque os queria perceber arrumou-me!

    Só posso dizer UAU!

    ResponderEliminar
  9. Aquilo que a Joana considera risível é, para mim, muito preocupante. Deveria ser possível condenar esta pessoas por fraude. Para mim, é bastante mais grave este tipo de pessoas que fazem fortunas explorando as mágoas da vida de muitas pessoas, do que um tipo de não pede recibos num restaurante, de alguém que vive de biscates sem os declarar às finanças, ou do aluno que tira fotocópias de livros e faz downloads ilegais.

    ResponderEliminar
  10. Um artigo interessante publicado na Skeptic Magazine sobre esta farça "new age":

    "The Secret Behind The Secret"

    http://www.skeptic.com/eskeptic/07-03-07.html

    E já agora fica aqui também o link para um vídeo no YouTube de uma entrevista feita por um canal de tv australiano a um dos "professores" desta patranha onde este é apanhado com "as calças na mão" ou diria antes "com a mão na massa".

    http://www.youtube.com/watch?v=icklckUsOGM

    ResponderEliminar
  11. Costuma dizer-se, "depois de no circo ter visto um porco andar de bicicleta, já nada me espanta!"

    Devo acrescentar, depois de ver a propaganda que se faz nos media e em certos círculos "científicos" a Vilar de Perdizes e aos "congressos" (julgo que anuais) que aí se realizam já nada me espanta a ciência infusa de quem nunca estudou ciências nem física na escola e, no entanto, quando lê livros complexos sobre física quântica percebe-os perfeitamente porque os quis perceber. Ou seja querer é poder: porque, a isso me esforcei, dizendo a mim próprio, milhares de vezes ao dia (subtraindo alguns minutos, pois não dispenso uma boa sesta), pensamento positivo, pensamento positivo...,percebo a potes de física quântica.

    Bem forcejo eu agora para que me saia o primeiro prémio do euromilhões, mas nicles!... Porque não sou perdulário, vou esforçar-me por querer ainda mais para trocar de carro: um carro baratucho e em 2.ª mão! Depois, bem depois, perco a cabeça e estoiro mais umas massas na compra do livro para ver se me saem umas centenas de contos na lotaria popular(na moeda antiga, que isto de fazer a conversão dos contos de réis em em milhares de euros é bem mais complexo que a física quântica)!

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.