quinta-feira, 15 de dezembro de 2022

"NÃO DEIXAREMOS MORRER A SEIVA TRUPE."

 Assinei esta petição

https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT114577

"Os signatários reclamam a rápida resolução da situação criada à Seiva Trupe no Concurso de Apoios Sustentados da DGArtes, excluída de apoio apesar de pontuada favoravelmente pelo próprio Júri Ad-Hoc para tal formado. Se os absurdos vêm de antes, compete, agora e pois, ao Senhor Ministro a responsabilidade e decisão políticas do caso no sentido de o resolver. Seja como no passado presente, resgatando as estruturas elegíveis, seja adotando medidas excecionais para situações excecionais, como, o caso da icónica Companhia do Porto e outras de idêntica referência nacional; umas históricas e outras até mais recentes.

A continuidade da Seiva Trupe de forma sustentada nos termos com que se apresentou ao Concurso e, no qual o Júri a considerou habilitada, é mais um ato de Justiça e não poeira com atos que sejam remendos esmolares. É e tem de ser o reconhecimento artístico pelo passado de Serviço Público e pelo presente com que nos últimos 4 anos deu plenas provas de intensa atividade, com a recuperação de sala residente, de públicos e de criação de novos públicos. Todos eles social, etária e culturalmente transversais, com repercussão Social e Cultural de que o Porto não prescinde e reclama a intervenção direta e rápida de Vossa Excelência.

Mesmo que por exceção, trata-se da excecionalidade das características únicas desta e de outras Companhias que sejam idênticas a ela, no reconhecimento de uma discricionariedade pela positiva. Não pedimos mais do que isso, não aceitamos menos do que isso. Pelo Teatro, pela Cultura, pelo Porto e pelo Norte, por Portugal e pela Cidadania, queremos acreditar que será também com o Senhor Ministro que "NÃO DEIXAREMOS MORRER A SEIVA TRUPE."

Sem comentários:

LITORAL

Por A. Galopim de Carvalho Uma definição de litoral deu-a Luis de Camões que, para além do grande poeta, foi homem de muitos saberes, com de...