terça-feira, 15 de março de 2011

Outros reactores, outros fins.

Numa altura em que ouvimos falar de centrais nucleares pelos piores motivos (motivos esses que devem ser sempre seriamente ponderados!), eis uma interessante efeméride: neste mesmo dia mas do ano 1959 aparecia, nos EUA, o primeiro reactor atómico desenhado exclusivamente para a investigação médica - o Brookhaven National Laboratory. Daqui saíram tratamentos inovadores para o combate a certos tipos de cancros do cérebro.

2 comentários:

  1. Desculpe, o "exclusivamente" está errado. O BNL deu muitos prémios Nobel na área da Física de Partículas. E tem, neste momento, a funcionar o RICH (Relativistic Heavy Ion Collider), que talvez dê mais outro...

    ResponderEliminar
  2. yep o anónimo tem razão, apesar de produzir radioisótopos para aplicações em medicina
    tinha muito mais para fazer
    les radionucléides seront envoyés à l'adresse...

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.