THE PORTUGUESE RECTORS ON THE EUROPEAN SCIENCE FOUNDATION EVALUATION

quinta-feira, 30 de abril de 2009

PORTUGAL PÕE TELESCÓPIOS AO SOL


Informação recebida da organização do Ano Internacional da Astronomia em Portugal:

A tradição já não é o que era nos típicos terraços do Algarve. Que o diga o Centro de Ciência Viva (CCV) de Faro, que este fim-de-semana vai dar início a mais uma maratona de observações astronómicas de uma forma sui generis. No dia 3 de Maio (domingo), Dia Internacional do Sol, a organização do Ano Internacional da Astronomia (AIA 2009) desafia os curiosos a juntarem-se na açoteia do CCV algarvio para observarem o sol através de telescópios especiais. A iniciativa terá lugar das 11h30 às 12h30.

Faro marca assim o arranque de mais um ciclo de observações do Sol e de Saturno e dos seus anéis, procurando recriar as observações que o famoso astrónomo Galileu Galilei fez há precisamente quatro séculos. A iniciativa faz parte do mega-projecto do Ano Internacional da Astronomia "E agora eu sou Galileu".

Depois de Faro, os olhos portugueses voltam a centrar-se no Sol no dia 13 de Maio às 11 horas, desta feita no MadeiraShopping, no Funchal, uma cortesia da Universidade da Madeira. No dia 17 de Maio às 16 horas, é a vez do NUCLIO, Núcleo Interativo de Astronomia, apontar os telescópios à estrela mais próxima da Terra, no Centro de Interpretação Ambiental da Ponta do Sal, em Cascais.

Depois do Sol, é a vez de Saturno e os seus anéis desfilarem perante os telescópios nacionais. A 16, a 29 e a 30 de Maio, o segundo maior planeta do Sistema Solar é a estrela das observações da iniciativa "E agora eu sou Galileu", que se realizam em Lisboa, na Praça do Império, em frente ao Planetário Calouste Gulbenkian (sempre às 21 horas, uma organização da Associação Portuguesa de Astrónomos Amadores), e na Tapada da Ajuda (dias 16 e 30 de Maio, às 20h30, da responsabilidade do Observatório Astronómico de Lisboa).

Nos mesmos dias, Saturno e os seus anéis estarão ainda sob a mira nocturna dos telescópios de Mira, no Jardim do Visconde (excepto no dia 29), e de Coimbra, no Parque Verde do Mondego. As duas iniciativas estarão respectivamente a cargo do Observatório Astronómico de Mira e do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra.

As lentes insulares também estarão de olhos postos no planeta gigante. A Universidade da Madeira organiza uma sessão de observação de Saturno no dia 29 de Maio às 22 horas na freguesia dos Prazeres, na Calheta.

A Sul, a açoteia do CCV de Faro volta também a ser invadida pelos telescópios no dia 23 de Maio. Desta vez, Saturno será o principal protagonista da observação nocturna.

Ao longo do mês, os interessados são convidados a consultar a página do AIA 2009 para actualização das datas e locais destas iniciativas, que deverão continuar a multiplicar-se de Norte a Sul do país.

O Ano Internacional de Astronomia é organizado em Portugal pela Sociedade Portuguesa de Astronomia, com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), da Fundação Calouste Gulbenkian, do Ciência Viva, do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra e da European Astronomical Society (EAS).

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.