quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Cultura Europeia na rede


Hoje nasceu o portal Europeana que pretende tornar acessível o imenso património cultural das bibliotecas nacionais da Europa. Livros antigos ou livros mais recentes cujas edições se esgotaram, pinturas, músicas, filmes, manuscritos, mapas, documentos do acervo das instituições culturais dos 27 estados membro, tudo estará disponível neste cantinho do ciberespaço. Para já estão disponíveis cerca de dois milhões de obras, metade das quais com origem em França, que incluem clássicos literários como «A Divina Comédia» de Dante, documentos históricos como a Carta plana de parte da Costa do Brasil, um mapa português de 1784, ou a Magna Carta britânica, gravações e manuscritos de compositores célebres como Beethoven ou Mozart. Em 201o, a Comissão Europeia pretende que sejam adicionadas mais 8 milhões de obras.

A comissária europeia da Sociedade de Informação, Viviane Reding, considera que «A 'Europeana' representa uma aliança inédita entre as novas tecnologias e o mundo da cultura. Estou convencida de que modificará de maneira profunda a forma que cada um terá acesso a partir de agora ao património cultural europeu». A comissária apelou ainda «às instituições culturais, editoras e empresas de tecnologia europeias para que alimentem a Europeana com mais conteúdos em formato digital».

O interesse do site motivou um grande número de visitantes, mais de 10 milhões por hora, que deitaram o sistema abaixo por algum tempo. O acesso continua um bocadinho lento, mas vale a pena o tempo de espera.

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.