sexta-feira, 28 de novembro de 2008

AULA DA ESFERA

Informação recebida do Centro de História das Ciências de Lisboa:

Catálogo Sphæra Mundi disponibilizado online

Dado se ter esgotado poucas semanas após a publicação e continuar a ser muito procurado, a BNP disponibilizou na íntegra o ficheiro PDF do Catálogo de manuscritos da «Aula da Esfera» do colégio jesuíta de Santo Antão:

Henrique Leitão (comissário científico), Lígia Martins (coordenação técnica e catalográfica), Sphæra Mundi: A Ciência na Aula da Esfera. Manuscritos científicos do Colégio de Santo Antão nas colecções da BNP (Lisboa: Biblioteca Nacional de Portugal, 2008), 247 p.

Trata-se da mais famosa colecção de manuscritos científicos do nosso país já que a «Aula da Esfera» foi a mais importante instituição de ensino e prática científica em Portugal no período entre 1590 e 1759. A «Aula da Esfera» distinguiu-se não apenas pelo ensino de náutica e ciências afins, tendo sido sobretudo a porta de entrada no nosso país de alguns dos mais significativos avanços científicos do tempo: as teorias astronómicas de Galileu e o debate cosmológico, o telescópio e outra instrumentação óptica, o uso de logaritmos e outras técnicas matemáticas, o ensino da cartografia científica, estudos de máquinas simples, o debate acerca do estatuto científico da matemática, etc. Os manuscritos (quase todos notas de aulas) cobrem assuntos muito diversos: matemática, astronomia, astrologia, cosmografia, geografia, engenharia, estática, náutica e navegação, arte militar, instrumentos científicos, máquinas e artefactos tecnológicos, óptica, perspectiva, etc.

Ver aqui:
http://chcul.fc.ul.pt/

Mais informações sobre o catálogo aqui:
http://chcul.fc.ul.pt/livros/Sphaera_mundi-2008.htm

O catálogo pode ser descarregado aqui [pdf - 7.6MB]:
http://chcul.fc.ul.pt/textos/BNP_Sphaera_mundi-2008.pdf

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.