sexta-feira, 22 de junho de 2007

DOIS NOBEL DA QUÍMICA ENTRE NÓS


















Manfred Eigen, o químico alemão Nobel de 1967, autor do livro "O Jogo" (Gradiva, 1988, com tradução e prefácio de Carlos Fiolhais; a edição está esgotada) encontra-se em Portugal, tendo ontem no Luso, no Encontro Nacional sobre Química-Física, proferido uma lição sobre a origem da informação genética. Amanhã, sábado, pelas 10h30m, vai receber o grau "honoris causa" da Universidade de Coimbra na Sala Grande dos Actos (ver abaixo notícia do "Campeão das Províncias").

Também está entre nós outro prémio Nobel da Química, o mexicano professor na Universidade de Califórnia- San Diego Mario Molina, laureado em 1995. Falou hoje no Luso sobre a química da atmosfera terrestre. Lembre-se que foi ele que fez trabalhos fundamentais para a compreensão do buraco de ozono.

Universidade de Coimbra distingue Nobel da Química com “honoris causa”

Geraldo Barros

O alemão Manfred Eigen, Nobel da Química em 1967 e um dos nomes mais consagrados da Química contemporânea, recebe amanhã (sábado), a partir das 10h30, o grau de doutor honoris causa pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC). A cerimónia decorre na Sala dos Capelos, onde Manfred Eingen receberá as insígnias doutorais.

Esta distinção conferida pela Universidade de Coimbra a Eigen, através da mais alta distinção, pretende “destacar o inquestionável mérito e prestígio deste investigador, mas também salientar o impacte que o seu trabalho teve no domínio da cinética das reacções rápidas, área em que, de há muitos anos, o Departamento de Química da FCTUC tem vindo a desenvolver investigação de nível internacional”.

Na cerimónia, será apresentante Sebastião Formosinho, docente do Departamento de Química da FCTUC, cabendo a Pedro Proença e Cunha, docente do Departamento das Ciências da Terra fazer o elogio do doutorando e a Teresa Margarida Pinho e Melo, docente do Departamento de Química, proceder ao elogio do apresentante. Outro dos distinguidos com o Prémio Nobel da Química em 67, George Porter, recebeu já o grau de doutor honoris causa pela Universidade de Coimbra, em 1983.

Manfred Eigen nasceu em Bochum, a 9 de Maio de 1927. Doutorado em Ciências Naturais pela Universidade Georg-August, onde iniciou a carreira académica, integra desde 1953 o Max Planck Institute, do qual chegou a ser director, dirigindo actualmente o Departamento de Cinética Bioquímica. Os seus trabalhos científicos abrangem domínios muitos variados, da termodinâmica à espectroscopia, cinética química e química-física orgânica, e problemas diversos, como os processos de codificação genética e o armazenamento de informação no sistema nervoso central.

Sem comentários:

Publicar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.