quinta-feira, 1 de setembro de 2022

AS PERGUNTAS SIMPLES

Se tudo não significasse nada,
se não houvesse sentido nenhum
em que a vida fosse continuada,
com vista a propósito algum,

não tendo sentido fazer sentido,
se ser em vez de não ser se entendesse,
enfim, se o nada fosse intuído,
algo palpável que se conhecesse!

Prás perguntas simples não há resposta,
só com as outras, se pode tentar.
As simples esbarram com uma crosta

que é impossível atravessar.
As perguntas feitas pela criança
abalam toda a nossa segurança.

Eugénio Lisboa

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.

Que sei eu do teu sorriso, Do teu sorriso tão sincero?! Que sei eu do que quero, Do que quero e preciso?! Com desespero, queria Qu...