quinta-feira, 17 de julho de 2014

O FIM DA LINGUÍSTICA NO NORTE

CONTRA O ENCERRAMENTO DO CENTRO DE LINGUÍSTICA DA UNIVERSIDADE DO PORTO

Petição para: Presidente da Fundação para a Ciência e a Tecnologia já assinada por mais de 3000 pessoas, mas que ainda não tem recebeu qualquer resposta. Para assinar ir aqui.

Exmº Senhor
Presidente da Fundação para a Ciência e a Tecnologia
Prof. Doutor Miguel Seabra
Lisboa


Tendo chegado ao nosso conhecimento que o Centro de Linguística da Universidade do Porto – unidade de investigação fundada em 1976 por esse vulto ímpar da cultura portuguesa que foi o Professor Óscar Lopes – corre o risco de, apesar de uma história longa e rica, ver a sua atividade encerrada a partir do próximo ano, vimos exprimir junto de V. Exª a nossa mais viva preocupação.

Conhecemos a tradição e os frutos deste centro na investigação de questões importantes de Linguística – com relevo, não exclusivo, para o aprofundamento do conhecimento científico da língua portuguesa; sabemos da extrema importância que este centro teve para a formação avançada em Linguística na Universidade do Porto e para a afirmação, nesta universidade, da Linguística como uma área do saber produtiva e respeitada; sabemos ainda que o CLUP é a única unidade de investigação exclusivamente dedicada à Linguística no Norte de Portugal; estamos cientes do valor ímpar da sua biblioteca especializada, porventura a biblioteca de Linguística mais importante do Norte de Portugal e uma das mais importantes do Noroeste Peninsular; temos conhecimento do apoio que o CLUP presta a estudantes de licenciatura, mestrado e doutoramento, bem como a investigadores nacionais e estrangeiros, que frequentemente o procuram e usam os seus recursos; valorizamos o património linguístico e cultural à guarda do CLUP, o que inclui não só a sua biblioteca mas um acervo documental e linguístico de grande valor; reconhecemos a riqueza das atividades e das publicações dinamizadas pelo Centro, algumas das quais verdadeiramente essenciais para o progresso dos conhecimentos da comunidade acerca da Linguística e da nossa língua; sabemos da reputação nacional e internacional que o Centro merece, atraindo muitos estudantes e investigadores de todo o mundo.

O Centro de Linguística da Universidade do Porto, por todas estas razões, faz parte do património científico, cultural e educacional da universidade, da cidade, da região e do país a que pertence e o seu encerramento seria uma perda irreparável para a cultura de Portugal.

Assim, vimos apelar ao bom senso da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, a quem pedimos que, relativizando critérios puramente economicistas ou avaliações descontextualizadas e baseadas num profundo desconhecimento do que é o trabalho e o contributo insubstituível do CLUP, impeça uma perda irreparável e um inqualificável desrespeito histórico. 

2 comentários:

Anónimo disse...

No estudo bibliométrico realizado pela Elsevier este centro tem, de 2008 a 2012, 1 output no total, ou seja uma publicação em 5 anos. Se for engano, têm muito por onde protestar; se for verdade, então parece que o centro há muito que "fechou" em termos de investigação científica e a FCT faz muito bem em não continuar a financiar.

Anónimo disse...

É verdadeiramente inacreditável o "vazio" que paira na alma do senhor professor da terrinha!

Rushdie e a decência humana

Imagem recolhida no jornal El País : aqui Depois de Segunda Grande Guerra, o Ocidente declarou "nunca mais": nunca mais à destruiç...