segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

O que é Amador é Bom

V838 (vermelo/laranja): uma estrela variável a 20000 anos luz de distância do Sol

A minha crónica semanal no jornal i

Passaria pela sua cabeça ser operado por um cirurgião amador ou entregar a feitura do seu IRS a alguém que ache piada a números? Claro que não! Mas fique a saber que, em matéria de astronomia, profissionais e amadores têm um relação tão profunda como necessária. Neste mês essa relação teve mais um momento invariavelmente elevado, no qual que "variável" foi a palavra-chave. Há um certo tipo de estrelas que apresentam uma visível alteração no seu brilho, alteração que pode ser irregular ou regular num espaço de tempo que pode ir de horas a anos. Estas estrelas são particularmente importantes para os astrónomos porque o seu estudo permite compreender melhor as etapas da vida estelar e estabelecer melhor as distâncias que nos separam das mesmas. São também dos objectos celestes mais apaixonantes para os astrónomos amadores. Desde 1911 que a American Association of Variable Star Observers cataloga este tipo de estrelas, um século de noites fraternais de pais, avós e filhos para benefício dos profissionais. A 19 de Fevereiro, o astrónomo amador belga Franz-Josef Hambsch rubricou a observação número 20 000 000, fazendo deste projecto a mais antiga relação de amor entre profissionais, amadores e cosmos. Já são perto de 1,7 milhões de horas de observação e, apesar de a paixão não ser mensurável, estima-se que ele exigiria um financiamento de 27,5 milhões de dólares caso fosse feito profissionalmente. "Amador" nem sempre é pejorativo!

4 comentários:

  1. Na minha modestíssima opinião, pelo menos em escrita científica ou escrita produzida por trabalhadores em ciência,a expressão "espaço de tempo" deveria ser evitada. "período de tempo", por exemplo, parece-me uma alternativa mais correcto.

    ResponderEliminar
  2. José Batista da Ascenção28 de fevereiro de 2011 às 22:39

    Ou "intervalo de tempo" ou "lapso de tempo"?

    ResponderEliminar
  3. e porque não morcela de tempo subjectivo

    ou trajectória temporal Newtoniana

    ou percurso temporal

    ou fatia de eternidade inexistente

    era para pôr um sinónimo mas além de não me lembrar de nenhum

    fatia de mortadela fica bem

    obviamente sem astrónomos anónimos
    tanto asteróide ficaria por cartografar
    desde o tal de galileu que excêntricos sem carteira profissional ganham aos restantes
    pagos pelo estado

    agora é melhor não divulgar
    senão lá se vai o pessoal do observatório para a rua

    em épocas de cortes convém não alardear
    que há gente que faz o mesmo de graça

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.