quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

CONTRA O ACORDO ORTOGRÁFICO 2

De início fui indiferente ao Novo Acordo Ortográfico. Não tendo percebido as suas razões resolvi não o seguir. Depois continuei indiferente. Não vi demonstrada qualquer vantagem pelos seus proponentes nem encontrei qualquer utilidade na sua aplicação. Agora já não sou indiferente: sou contra, como o Desidério Murcho e tantos outros, ao verificar a enorme trapalhada que se instalou no espaço de língua portuguesa.

3 comentários:

Augusto Küttner de Magalhães disse...

1 - porque será que desde o 25 de abril todos os primeiros ministros e Presisentes da Republica deste nosso País têm medeo a AJJ?

Insultou todos, incluindo o actual, o SR. Silva, e nunca nenhum, o pôs na ordem, antes pelo contario. Incliundo no leque claro o PM Socrates!

2 - por que razao o ministro que aqui é referido, foi para o Governo? porque razao sendo alguem que em todo o lado cria tantos anticorpos nao é apeado?

Qem souber por favor responda! Nao sei!

Jorge Teixeira disse...

Deixo aqui a minha homenagem ao Carlos Fiolhais por ter a coragem de se manifestar contra o AO90. Faz juz à sua condição de Homem de Ciência.
Muito obrigado.

Kynismós! disse...

Acordo totalmente desnecessário, quando tantos brasileiros lêem livros em português de Portugal quanto portugueses lêem livros em português do Brasil sem dificuldades...

MEU DISCURSO NA ESTAÇÃO ELEVATÓRIA DE COIMBRA

Meu discurso inaugural na cerimónia de doação da minha biblioteca a 17/Julho/2024: Coimbra, até pela ancestral presença da Universidade, é u...