quarta-feira, 30 de julho de 2014

A ROBUSTEZ DA AVALIAÇÃO NAS PALAVRAS DE MIGUEL SEABRA

"Há avaliadores que dão um 19, mas criticam, criticam, e o 19 acaba por corresponder a um 12 ou um 13."

"Enquanto que há outros que dão um 19, mas não justificam de maneira nenhuma porque é que aquela unidade é boa. Olhe, gostei muito da candidatura..."

Aqui, a partir do minuto 41.

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.