sexta-feira, 27 de novembro de 2009

FAMÍLIAS DESVENDAM MISTÉRIOS DA EVOLUÇÃO


Informação recebida do Museu de Ciência de Coimbra:

Dia 29 de Novembro às 11 horas no Museu da Ciência da Universidade de Coimbra

Entre ateliers e jogos, pequenos e graúdos vão aprender com o director do Museu da Ciência da UC os segredos de uma das teorias de maior impacto para a compreensão do mundo natural.

Se, como diz a Teoria da Evolução das Espécies, todos os seres vivos descendem de antepassados comuns, por que é que há tantos animais e plantas diferentes? Por que é que os ursos polares são brancos? Por que é que os pinguins não congelam? E por que motivo é que a sardinha é branca por baixo? Entre ateliers e jogos, pequenos e graúdos vão aprender no Museu da Ciência da Universidade de Coimbra (UC) os mistérios da evolução e das adaptações dos seres vivos ao meio em que vivem.

No dia 29 de Novembro (domingo) às 11 horas, o biólogo e director do Museu da Ciência, Paulo Gama Mota, anima uma sessão dedicada por inteiro às famílias, precisamente no ano em que se comemoram os 200 anos do nascimento do naturalista Charles Darwin que, com a Teoria da Evolução das Espécies, revolucionou a forma de olharmos para o mundo.

A sessão faz parte do ciclo "Ciência em Família" do Museu da Ciência da UC, um espaço informal de divulgação dedicado a crianças e adultos, com convidados das mais diversas áreas do conhecimento científico.

"A compreensão do princípio da evolução, de que todos os seres vivos actualmente existentes descendem de antepassados comuns, altera substancialmente a nossa compreensão da natureza
", sublinha Paulo Gama Mota. Por isso, e porque no ensino básico "não se ensina praticamente evolução ou sequer a ideia de que as espécies evoluem", a sessão no Museu da Ciência permitirá abrir um novo mundo de conhecimento às crianças, através de ateliers e jogos científicos, adianta o mesmo responsável.

"Como a evolução é um processo lento, é necessário utilizar estratégias próprias para tornar compreensível o seu significado. No Museu, vamos realizar jogos que permitirão às famílias perceber como funciona a evolução e como, por seu intermédio, surgem as adaptações dos seres vivos ao meio em que vivem. E vamos ver muitos exemplos de adaptações"
, revela Paulo Gama Mota.

Com a ajuda do director do Museu da Ciência, pequenos e graúdos poderão descobrir, através de jogos, a lógica por detrás da evolução dos bicos das aves, o porquê da espectacularidade da cauda do pavão e ainda o motivo pelo qual temos características semelhantes às dos nossos pais. As famílias terão também a oportunidade de se divertirem aprendendo com o jogo da evolução do crânio e do cérebro humano.

A evolução das plantas será outro dos temas em destaque, numa sessão onde todos poderão ainda embarcar numa espécie de "viagem no tempo", observando seres unicelulares parecidos com aqueles que foram os antepassados de todos os organismos pluricelulares, isto é, dos organismos com muitas células.

Depois da sessão "Descobre a Evolução", a "Ciência em Família" regressa no dia 13 de Dezembro, com ateliers que permitirão às famílias perceber como é possível olhar o mundo apenas com as mãos.

A participação nas sessões "Ciência em Família" custa apenas três euros por pessoa. As marcações poderão ser feitas presencialmente no Museu da Ciência ou através do número de telefone 239 85 43 50. Para mais informações, os interessados poderão aceder ao site do Museu da Ciência da UC.

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.