sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

GRANDES ERROS: A FRAUDE DA HOMEOPATIA


Há um vício de alguns órgãos de comunicação social de quererem, perante problemas que em boa verdade são incontroversos, levantar a controvérsia dando igual espaço às pessoas "prós" e aos "contras". Criam um dilema, que parece ter dois lados em paridade, quando em rigor ele não existe. Aconteceu mais uma vez com a "Visão" desta semana, em que a revista se interroga na capa: "Homeopatia: cura ou fraude?" e dá espaço substancial aos "dois lados", num artigo de Luís Ribeiro. Não sei o que está fazer a interrogação no final. Sabe-se há muito que a homeopatia é uma completa fraude. Se algumas pessoas que tomam produtos homeopáticos vêm a curar-se por uma ou outra razão, não será seguramente devido à acção directa desses produtos.

Veja-se apenas a explicação pseudo-científica da homeopatia dada na revista por um seu defensor (Francisco Patrício, presidente da Sociedade Homeopática de Portugal):

"A homeopatia baseia-se na energia, na radiação. A informação passa através de fotões. Da mesma forma que acontece com as pessoas: os olhos vêem e o cérebro regista essas imagens".

Quando o jornalista responde que a água não tem olhos e nem cérebro, o homeopata não se fica:

"Sim, mas o princípio é o mesmo. No caso da água, as vibrações da substância que por lá passou vinculam a informação, através de um efeito químico".

Estas frases não fazem sentido nenhum. Não há nenhum efeito físico, nem sequer químico. Porque não usar o Ano Internacional da Química para desmascarar as virtudes desta alquimia moderna que usa fraseologia aparentemente científica para veicular os maiores dislates?

30 comentários:

  1. Completamente de acordo. Não há nenhum efeito físico ou químico que justifique a homeopatia e muito menos frases como aquelas. A explicação da homeopatia com base na "memória da água" não tem qualquer fundamento. Para além disso, os estudos empíricos e os meta-estudos publicados mostram quando muito efeito placebo. Aliás no que toca a "remédios" dermatológicos, cujos resultados são objectivos, todos os estudos publicados confirmam que estes "remédios" não têm qualquer efeito. Excepto sobre a carteira, claro!

    ResponderEliminar
  2. Comparo a homeopatia com a astrologia: nem uma nem outra são Ciência mas pretendem e veiculam-se como sendo-o; por outro lado, ambas têm vasta cobertura mediática e aceitação pública.
    Então, que os químicos denunciem a fraude da homeopatia, pondo a tónica onde deve ser colocada: não são os "remédios" que eles vendem caríssimo que curam mas a fé das pessoas na sua cura, acompanhando tais "drogas" com atitudes saudáveis de alimentação, bom dormir e desporto.
    Vou tentar desmistificar a astrologia no meu blog "Em nome da Ciência" em textos a publicar brevemente.
    Francisco Domingues

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpa meu caro Francisco Domingues, com qual autonomia tu queres desmistificar algo? com relação a Homeopatia, quando vocês criticam a Homeopatia fazem diretamente a propaganda da industria Farmacêutica com seus medicamentos Alopáticos ondem rendem bilhões e bilhões anuais sem contar com as mortes por intoxicações com os medicamentos alopáticos (URM), na minha concepção de mero estudante na área da saúde com tem pessoas que não acreditam em Deus tem aqueles que também não acredita da Homeopatia. A frase que serve pra você é a de um simples cientista. ...."A Ciência sem a Fé se torna manca." Depois tente desmitificar de quem é essa frase.
      Att.: Genilson Lima

      Eliminar
  3. Será mesmo uma completa fraude? a ciência tem as suas explicações do mundo, legitimas, mas falíveis, também, ou mutáveis pelo menos, fraudulentas, por vezes. Eu não diria necessariamente contrárias às visões do mundo da Homeopatia, que assenta em conhecimentos milenares, desconhecidos, mas questionados também. embora haja dificuldade em envolver o conhecimento cientifico ocidental com estes conhecimentos mais naturais, digamos, profissionais e clientes teriam concerteza a beneficiar. não sou descrente na ciência, nem podia, mas cautelosa pelo menos no que toca à saúde. considero que ingerimos muitos químicos e, por vezes, desnecessários. talvez possamos relativizar um pouco o discurso, nem tudo é fraude na homeopatia e nem a ciência tem resposta para tudo. Obrigada pelo post! Alexandra Araújo

    ResponderEliminar
  4. O título da Visão tem à partida várias falácias e equívocos. Como bem diz o Carlos Fiolhais não há polémica científica em relação à homeopatia. E não é uma questão de desconhecimento. Como já referi, os estudos controlados, mesmo publicados em revistas de homeopatia, não validam a sua eficácia. Por isso, em resposta à Alexandra, não se trata de haver uma coisa que não conhecemos bem, e há com certeza muitas. No caso concreto desta proposta terapêutica sabemos com grande certeza, com base em estudos realizados, que ela não funciona. Aliás é preciso conhecer a história da homeopatia: não é uma arte milenar, tem uma centena de anos e nasceu já como a conhecemos hoje. Num século, os nossos conhecimentos de fisiologia e bioquímica mudaram muito. Por isso não pode ser confundida com uma prática científica.

    Em relação a isso gostaria mais de ter visto ser posta uma questão do género "homeopatia: remédio ou ilusão", "homeopatia: relevante ou tolice". É preciso ver que a homeopatia também "cura" doenças que não estão classificadas como tal...

    Caro Francisco, na minha opinião, a homeopatia é muito pior que a astrologia. Esta última não é com certeza uma prática científica, mas é uma prática cultural milenar que pretende agir sobre o comportamento e as relações humanas (veja-se o que escrevi sobre o assunto na Aba de Heisenberg). Já a homeopatia pretende agir sobre o corpo e a fisiologia sem ter qualquer fundamento para a sua acção. Quer seja fraude, tolice, ou ilusão, a questão é muito mais grave com a homeopatia!

    ResponderEliminar
  5. Fiquei estupefacto com esta afirmação na mensagem anterior:

    "É preciso ver que a homeopatia também "cura" doenças que não estão classificadas como tal..."

    Acho que esta frase evidencia bem o sintoma de quem diz que a homeopatia é uma fraude. Não posso deixar de transparecer um tom jocoso aos que pensam que tudo pode ou é passível de ser classificado por doenças, segundo as regras da alopatia.

    ResponderEliminar
  6. Concordo que o título poderia ter sido menos dúbio. Mas não considero que o artigo da Visão tente dar uma perspectiva de balanço, mostrando os dois lados de igual maneira. A perspectiva científica é claramente valorizada.

    Tanto quanto saiba, é a primeira vez que o assunto é publicado numa revista de grande circulação. É, para muitos, a primeira vez que existe contacto com esta pseudo-ciência. E a julgar pelas reacções de muitos proponentes de homeopatia, o artigo foi recibo como um ataque.

    ResponderEliminar
  7. Usar linguagem pseudo-científico com palavras caras é uma técnica comum para enganar os menos informados. Basta ver a história dos raios infravermelhos das ecobolas e o magnetismo das pulseiras do equilíbrio.
    Se algumas fraudes afectam essencialmente a carteira do consumidor, já a homeopatia pode afectar seriamente a saúde de quem a utiliza e de todos os outros por causa das doenças infecciosas. A OMS já alertou contra o uso da homeopatia por causa disto.

    ResponderEliminar
  8. Caro Anónimo das 21:10,
    O que disse é mesmo assim, mas não concretizei o queria dizer com a frase. Por exemplo, a "dor de cabeça" e a "sensação de mal estar" são sintomas subjectivos, mesmo que reais para as pessoas, mas não são doenças. Desequilíbrios descritos de forma metafórica entre orgãos e glândulas reais como já ouvi descrever a algumas pessoas que usam a homeopatia não são doenças. E estas são as coisas que melhor a homeopatia "cura". A homeopatia não cura verrugas, nem eczemas, nem infecções. E quanto a estas últimas doenças o anónimo das 21:25 tem toda a razão. Pode acontecer que o homeopata saiba um pouco de medicina e reconheça que se trata de uma doença para a qual não tem remédio ou competência, mas também pode ser um aprendiz de feiticeiro...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os seus comentários são claramente de natureza desinformada. Queira saber que tanto as "dores de cabeça" como o "mal estar" não são sintomas subjectivos mas muito objectivos para quem deles sofre.E podem sim ser doenças ou, se o não forem, poderão ser importantes sintomas de doenças graves, como o provam de resto as suas afirmações, que denotam um "mal estar" que precisa manifestamente de tratamento, seja ele de que natureza for.

      Eliminar
    2. Os seus comentários são de natureza mal informada. Aliás, posso dizer que os seus comentários são de natureza ignóbil, até mesmo burra. Além de humanos, plantas e animais utilizam-se da homeopatia com grandes resultados. Explique agora com seu GRANDE SABER, o efeito placebo em plantas por exemplo. Por favor, queremos gozar de sua inteligência tamanha! Nos dê uma aula sobre placebo em plantas, excelentíssimo dono da inteligência!

      Eliminar
  9. Claramente este artigo tenta descredibilizar a Homeopatia. De modo algum é imparcial. Não se mostram evidências reais de casos de cura em Homeopatia ... que existem e muitos.
    E é ridícula a afirmação do efeito Placebo. Totalmente impossível.
    É verdade que o mecanismo de acção dos medicamentos Homeopáticos ainda não é totalmente conhecido e apenas existem hipóteses. No entanto, tal não comprova que estes não funcionem. E cada vez surgem mais estudos que comprovam a sua eficácia, principalmente relativamente a produtos homeopáticos compostos e anti-homotóxicos.
    Tanto cepticismo ... tanta ignorância e arrogância ...

    ResponderEliminar
  10. Realmente a Homeopatia utiliza o efeito placebo para "curar". Não podemos por em dúvida que isto é verdade! Na verdade, o efeito placebo é um efeito psicológico de cura provocado por um medicamento inerte ou terapêutica não eficaz para o tratamento de determinada patologia.

    É uma reacção fortemente pesquisada mas muito mal compreendida e explicada, assim, devemos clarificar:

    - Qualquer acto médico apresenta um efeito placebo subjacente;

    - O efeito placebo é influenciado pela credibilidade que o indivíduo deposita no médico/tratamento;

    - O efeito placebo é maior em tratamentos mais invasivos (cirurgias), sendo menor em comprimidos maiores e coloridos e menor ainda em grânulos pequenos;

    - O efeito placebo é um efeito psicológico com expressão fisiológica que deve ser aceite e utilizado na Medicina;

    - O efeito placebo, caso exista nos animais, terá de ser significativamente menor do que nos humanos e, nas plantas será igual a zero;

    Temos de colocar algumas questões em relação a isto:

    - Será o efeito placebo maior na Medicina Convencional ou na Homeopatia?

    - Se a Homeopatia funciona apenas por efeito placebo como explicar resultados positivos em Veterinária e na Agricultura?

    Engane-se quem pensa que estas "pseudo-entrevistas" são para o bem-estar e Saúde da Humanidade.

    Elas são, antes de mais, um ataque ao laboratório Homeopático Boiron e ao seu mercado crescente de vendas.

    Será que alguem anda a ser prejudicado com o crescente interesse na Homeopatia? Eu penso que sim... Será a Homeopatia a única Medicina Alternativa com falhas nas "evidências científicas"?

    O que deveria ser discutido é o bem-estar dos indivíduos. Se a Homeopatia traz algum benefício aos seus utilizadores porque tanto conflito? Uma abordagem com base na Medicina Integrativa não teria mais benefício para os doentes?

    A ciência tal como a conhecemos já sofreu muitas alterações de pensamento, o nosso conhecimento é limitado, nem percebemos a nossa origem no Universo! Seremos uma mera improbabilidade? Seria mais sensato pensar que se as pessoas sentem melhoras algo mais deve existir.

    A Homeopatia também utiliza doses baixas (anti-homotóxicos)será que o movimento 10.23 tomaria Cicuta a 2X sem sofrer qualquer efeito fisiológico?

    "Se, a príncipo, uma ideia não é absurda.. então não há esperança para ela." A. Einstein

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu amigo, você não sabe nada do que está falando. Talvez para você 1+1 seja igual a 3. A homeopatia é muito usada em animais e plantas. Grandes plantações inclusive, para acabar com pragas. E aí, como explicar efeito placebo agora? As plantas pensam? São induzidas?

      Eliminar
  11. Os estimados comentadores estão profundamente errados e sabem muito pouco. Segundo um comentador no sítio da Visão,

    "[...] a homeopatia é uma medicina energética ou vibracional assente em mecanismos oscilatórios , vá à lei de planck - a energia destas oscilações E, é proporcional a freqüência de oscilação v: E = hν [...]

    Aprendam como eu aprendi... :)))

    ResponderEliminar
  12. Não sei porquê, mas cheira-me a acção de marketing da Big Pharma disfarçada de artigo jornalístico... É que a Saúde é um negócio de milhões pelo que devemos ser muito cautelosos com este tipo de jornalismo. (Lembram-se da pseudo-pandemia da gripe A, inventada pela industria farmacêutica e apoiada pela OMS, para vender venenos para nos injectarmos?...)

    ResponderEliminar
  13. Evitem as paranóias meus senhores, e separem os Big Pharma da Homeopatia, é que os seus interesses não são nada compatíveis.

    ResponderEliminar
  14. Ilustres intervenientes.
    Penso que estes dois relatos merecem a devida atenção, até pelos que defendem que o resultado da Homeopatia é fundamentado pela teoria do placebo.

    http://www.amena.tcpnsa.com/Comunidade/Blog-AMENA/ESPACO-UTENTES-das-TNC

    Se há factos então há que investigar.

    Assim se deve trabalhar em Ciência, mas mais parece estarmos perante uma panóplia de sábios sem OBRA, que se entretém em discursar sobre o que supõem ser a VERDADE.
    Att.
    Fernando Neves

    ResponderEliminar
  15. Não sou médica, não sou homeopata, sou apenas mãe de uma criança com 2 anos e meio que tem sempre tosse e muita expectoração. Estando farta de dar xaropes e medicamentos, recorri quase em desespero à homeopatia e confirmo que resultou muito bem. Não tenho qualquer interesse em prejudicar quem quer que seja, penso apenas que existem muitas outras questões mas o que devia importar mesmo é o resultado final. Eu como mãe aconselho a homeopatia.

    ResponderEliminar
  16. No dia em que se prove a acção do remédio homeopático sempre quero ver qual é a desculpa dos cépticos cientistas que agora falam com tanta propriedade.

    ResponderEliminar
  17. blá blá blá então um exemplo de uma mal formada se uma nutricionista entrega um cardápio á sua paciente para desintoxicação do organismo através de batidos ao qual se tem resultados eficazes em termos de emagrecimento e outros......se pensarmos bem é homeopatia não acham... a ciência natural e a ciência química ambas tem parte de fraude e verdade.

    ResponderEliminar
  18. 200 anos sem provas. A homeopatia busca desesperadamente explicações para o absurdo de suas teorias malucas. Recentemente já usam teoria quântica para dar aparência de ciência...

    ResponderEliminar
  19. Curiosa essa discussão. Aí em Portugal, nos consultórios de médicos alopatadas, acontece o mesmo que aqui no Brasil? Ou seja, nas salas de espera pelo atendimento, há sempre representantes com suas enormes malas com a mais nova droga "milagrosa"? Humm. Todos sabemos que caso o médico passe a receitar tal medicamento com certa frequeência, fatalmente ganhará viagens a congressos, tudo pago por esses laboratórios. O mais curioso é que nas salas de espera dos consultórios de homeopatas eu nunca vi um sequer. Por que será?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque será, pergunta? Pois é muito simples: toda a homeopatia é por si só um conjunto de drogas "milagrosas" (leia-se: tretas) cujos "médicos" ganham dinheiro e regalias por cada venda que façam. Haver outros representantes nas salas de espera seria redundante, não acha?

      Eliminar
  20. Não sei porque você coloca médicos entre aspas. Acaso é um desdenho? Aqui no Brasil, pelo menos os que conheço, são clínicos gerais, pediatras, cardiologista, etc. com especialização em homeopatia. Acho que você está desinformado, amigo anônimo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não era claro, deixe-me que seja: médicos que defendam a homeopatia deviam ter a licença revogada. A homeopatia é uma cambada de tretas, baseadas em três regras que vão contra toda a lógica da Física, da Química e da Medicina. Por isso é que não há representantes de outros medicamentos "milagrosos": os produtos homeopáticos SÃO esses medicamentos.

      Você é que me parece que está muito desinformado, caro marcelo. Pois se acredita na homeopatia, muita treta lhe puseram na cabeça.

      Eliminar
  21. Uai, será qué é isso? O médicos aqui compraram o diploma? Gente do céu, será que falsificaram os documentos? Ah, quanta ingenuidade a minha. Bem que desconfiei, mas estava tão iludido. Ah, mas estamos no Brasil né? Tudo pode acontecer :>) Mas, meu caro anônimo. Você já tem todas as verdades e respostas. Te respeito por isso, meu caro. Se agarra aos estrito, ao que acredita correto e tangível. Mas, quem sabe, venha nos visitar um dia. Aqui não tem só homeopatas não. Abraços além mar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há uma grande diferença entre "ter todas as verdades e respostas" e saber reconhecer a falsidade de uma área que se baseia na memória da água, nas doenças curadas pelos sintomas e na ideia de quanto menor a dose, maior o efeito. Mas claro que quem tenta defender a homeopatia vai logo para frases desse género. "Ah, acha que está mal? Você deve pensar que sabe tudo." Não sei tudo, não, ninguém sabe tudo, mas sei o suficiente para ver que a homeopatia, por causa das suas bases, nunca poderá funcionar. E se você pensar um bocadinho no assunto, vai ver que isso também a si tem que despertar algum alarme.

      Eliminar
  22. Você só corrobora minhas impressões. Você, repito, já tem todas as respostas. Meu amigo, a vida é mais que uma soma matemática ou uma fórmula correta. Ou mesmo as inúmeras diluições. Deixa eu te fazer uma pergunta que me intriga: você que é um cientista, saberia me dizer por que cargas d'água uma pessoa se apaixona por outra? Perdão por minha ignorância. Realmente não tenho muito estudo, mas sempre quis ter uma explicação balisada na ciência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É engraçado. Você diz que eu "corroboro as suas impressões", mas o que fica claro desta conversa é que a sua formação em ciência é nula. Eu expliquei-lhe exactamente porque é que a homeopatia é uma fraude. Você ligou a isso? Claro que não! É hora de usar chavões. Como "a vida é mais que uma soma matemática ou uma fórmula correta", não se pode provar que a homeopatia é falsa? Como eu não sei uma coisa, como porque se apaixonam as pessoas, não posso saber outra, como a homeopatia não funcionar? É a mesma (falta de) lógica que dizer "Como é que você sabe que a Terra é redonda, se nem sabe se existe vida extra-terrestre"?

      O facto de você nem tentar defender a homeopatia diz muito da sua posição: ignorância total. É um "tique" da pseudo-ciência atacar a pessoa em vez do argumento: como não consegue contra-argumentar as falhas óbvias da homeopatia, tenta mostrar que isso não importa com coisas que nada têm a ver com o assunto, só para desviar atenções. Aliás, dá ideia que você nem se dignou a ler este artigo, e foi logo comentar às cegas. Aconselho-o a tentar ler, com atenção, tanto o artigo do professor Fiolhais, como esta conversa.

      Eliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.