domingo, 8 de janeiro de 2023

APOCALYPSE NOW

Vai hoje findar um ano terrível,
como aquele que Victor Hugo glosou: 
ao horrível juntou-se o inconcebível
e o inferno em nós sedimentou.

A decência que existia pifou,
num mundo em pavoroso descontrolo:
o fusível da cautela estoirou,
deixando a nossa vida sem miolo.

A destruição, o estupro, o incêndio,
a ausência de luz e de calor
fizeram manual de vilipêndio!

O homem inventou novo terror,
que a tantos outros soube acrescentar,
para, com mais vigor, tudo arrasar.

Eugénio Lisboa 

Este soneto foi escrito no dia 31 de Dezembro do ano passado, mas não quis, nessa altura, enviá-lo aos meus amigos, para não ensombrecer essa data. O título, APOCALYPSE NOW, foi obviamente roubado ao admirável filme de Francis Ford Coppola, por sua vez moldado livremente na inquietante novela de Joseph Conrad, HEART BOF DARKNESS.

1 comentário:

Anónimo disse...

Nice post thank you Kenneth

A ESTUPIDEZ REVISITADA

A estupidez é a mercadoria mais bem distribuída deste mundo: ela veste-se de demagogia ou do que quer que seja de imundo. A estupidez é...