quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Daniel Faria


Poema ao estoicismo da mulher e ao seu coração altíssimo. Ela tem o coração na boca, ou no céu, e mantém o equilíbrio graças ao seu labor, o patilhão.















Elogio da Mulher (Pr 31,14)

O coração da mulher é muito alto
Mas nem só por isso a mulher oscila
Ela é como o navio mercante
Que chega carregado de grão

A mulher é o tear dentro da vida
Nem só por isso a mulher é mais que a vida
Ela é como o navio mercante
Que chega carregado de grão

P.S: Ary dos Santos é, para alguns cronistas, um poeta menor. Enfim!

1 comentário:

  1. E o que é que isso lhe importa?
    Menor é o tamanho do país.
    Quando o aquário é pequeno, o tubarão não cresce. Aplica-se a tudo.

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.