terça-feira, 14 de outubro de 2014

NOVO PRESIDENTE DO CONSELHO DE REITORES CONTESTA AVALIAÇÃO DA FCT


Extracto de notícia do Público sobre a eleição de António Cunha, Reitor da Universidade do Minho, para Presidente do CRUP - Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas:
"A discussão entre os reitores na reunião desta terça-feira ficou também marcada pelos resultados da avaliação das unidades de investigação pela Fundação para a Ciência e Tecnologia – e que excluiu metade dos laboratórios do financiamento público.  “Era uma oportunidade para dar um salto efectivo no nosso sistema de investigação”, entende o líder do conselho de reitores, mas “decisões inexplicáveis” colocaram esse objectivo em causa e vão “trazer graves danos para o sistema”, antecipa António Cunha. " 
Ainda há pouco tempo o Reitor da Universidade do Minho se manifestou chocado com o chumbo de cientistas e de centros de referência em Portugal, como é o caso do Centro de Física das Universidades Minho e Porto, liderado por Nuno Peres, o cientista português que de longe tem mais citações nos últimos tempos (muitas mais que a esmagadora maioria dos avaliadores). Vamos ver agora se António Cunha é consequente e, apoiado pelos outros reitores que já manifestaram posições extremamente críticas sobre a débil "avaliação" da FCT/ESF, conseguem fazer ouvir a voz da razão. Bastará que eles se recusem a assinar quaisquer contratos com os actuais gestores da FCT, se é que se chega a esse ponto, uma vez que dadas as ilegalidades do processo  e a perda de credibilidade tanto da ESF como da FCT (vide caso da perseguição à astrofísica Amaya Moro-Martin) esta "avaliação" pode muito bem ser suspensa ante disso.

1 comentário:

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.