terça-feira, 7 de outubro de 2014

ANTÓNIO GRANADO APRESENTA QUEIXA CONTRA A FCT NA COMISSÃO DE ACESSO AOS DADOS ADMINISTRATIVOS

Transcrevo o texto que o jornalista e investigador António Granado publicou hoje no facebook.


No dia 30 de Julho, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia anunciou, em e-mail enviado a todos os investigadores, que estaria a preparar adendas ao contrato com a European Science Foundation para avaliação das unidades de investigação. Nesse mesmo dia, pedi acesso às adendas ao contrato.´
Passaram mais de dois meses e, apesar das minhas insistências, telefónicas e por e-mail, não consegui acesso a nenhum dos documentos solicitados. Por esse motivo, hoje mesmo apresentei queixa desta situação junto da Comissão de Acesso aos Documentos Administrativos. Vou dando notícias.

5 comentários:

  1. Mas por que estão os nossos cientistas tão zangados? Ainda hoje ouvi o primeiro ministro ( falava português e parecia mesmo ser a voz do nosso actual) dizer que o seu governo tem vindo a fazer um investimento enorme na Ciência, dando a entender que nenhum outro o tinha feito anteriormente.

    Ivone Melo

    PS Eu vinha a conduzir , portanto acho que não estava a sonhar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sra. Ivone, o seu comentário é de um sarcasmo aveludado. Efectivamente, tirando os acólitos de costume, duvido que ainda haja alguem que acredite no que esse sr. diz

      Eliminar
  2. Cara IIvone Melo
    O primeiro ministro é que estava a sonhar.
    Cordialmente
    Carlos Fiolhais

    ResponderEliminar
  3. Desculpem-me mas é perante tão grande, mas tão grande, falta de vergonha (embora já saibamos, à saciedade, que é a sua nota predominante é sempre aborrecido verificá-lo), beliscar-me a mim mesma para ver se estava acordada não chegava, tinha de "beliscar" mais alguém .

    Cordiais cumprimentos,


    Ivone melo

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.