quinta-feira, 16 de junho de 2022

MANIA DAS GRANDEZAS

Os sinos da tua aldeia, Fernando,
são como os cisnes da minha infância.
É que nós vamos sempre embelezando
nossos pobres quintais, com petulância. 

Aumentaste tudo, até Portugal, 
que mitificaste, nessa Mensagem,
até o tornares quase igual
ao tamanho de uma grande miragem.

Fiz o mesmo com o oceano Índico, 
que é muito grande e eu fiz maior.
Era, apesar de ameaçador, lúdico,

e eu tornei-o avassalador.
Somos assim, Fernando, nós mentimos,
mas dizendo tão só o que sentimos.
Eugénio Lisboa

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.

Ainda sobre o moderno e o clássico

Na continuação do texto A constante luta entre clássico e moderno João Boavida É isso mesmo, volto ao tema, do moderno e do clássico.  Se um...