segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Como pode ter a certeza disso? - 3

Na semana passada terá a ministra da Educação declarado não ser adepta de mais exames” e não se prever a introdução de novas provas deste tipo no sistema educativo. A justificação que apresentou é que os exames "contribuem para aumentar o abandono escolar."

Como se percebe, estamos perante uma decisão importante que, paradoxalmente, se baseia numa opinião pessoal. Isto significa que não tem qualquer fundamento pedagógico, uma vez que não existem estudos credíveis que demonstrem uma relação linear e inequívoca entre a existência de exames e o abandono escolar.

Daqui não se deve deduzir a defesa de mais ou de menos exames face aos que já existem (essa é uma outra questão!), mas apenas e só que, como afirmei em textos anteriores relativamente a outras opiniões de responsáveis políticos, a opinião em causa não decorre de conhecimento científico.

6 comentários:

  1. Claro que não há mais exames!!! E os "exames" têm que ser muuuuuuuuuuuuuuuuuuuito fáceis!

    Alguma vez o lobby das "ciências" da educação permitirá que a população fique a saber o verdadeiro desastre em que foi transformada a "escola" pública? Claro que não!

    ResponderEliminar
  2. José Batista da Ascenção28 de dezembro de 2009 às 22:52

    Certo. Mas desde que me conheço como professor, nunca as opiniões dos responsáveis políticos em matéria de eudcação me pareceram decorrentes de conhecimento científico, exceptuando, claro, o caso extraordinário da "exactidão" do que se tornou conhecido como "ciências ocultas". E já uma vez escrevi algures que a elas talvez seja preferível a astrologia, uma vez que o rigor científico é equivalente, mas sempre haveria (muito) mais pessoas a acreditar.

    ResponderEliminar
  3. "demonstrem uma relação linear e inequívoca entre a existência de exames e o abandono escolar"

    Como?? Poderia dar exemplos de "demonstrações de relações lineares e inequívocos" na área da educação?

    ResponderEliminar
  4. Mas... a ministra disse realmente isso?!... JCN

    ResponderEliminar
  5. E assim continuamos, mais exame, menos exame, mais literacia, menos literacia, à procura dos remédios para o corpo doente.
    Insisto em que todas essas questões são excrecentes, dado que todos se recusam a ponderar a básica: qual a finalidade do sistema educativo e da escolaridade obrigatória?
    Como ninguém enuncia a finalidade, vai-se multiplicando em cúmulo o cacifo das reclamações e sugestões.
    Bem, mas se a finalidade é mais literacia, pelo que por aqui vou vendo, deviam multiplicar-se os exames aos professores...

    ResponderEliminar
  6. a malta tem q ir para a escola. é muito importante ir para a escola. aprender. formar pessoas para a nossa industria, para a nossa economia e n sei q....mas para estudar não...desculpem lá qq coisinha

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.