domingo, 11 de junho de 2023

NOVA ATLÂNTIDA

 NOVIDADES EDITORIAIS

Série “Autores Gregos e Latinos” [textos]

- Maria de Fátima Silva, Pausânias. Descrição da Grécia. Livro IV. Introdução, tradução do grego e notas (Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2023). 184 p. DOI: https://doi.org/10.14195/978-989-26-2442-6

[Pausânias é o nosso único testemunho de literatura periegética e o autor de um relato precioso sobre a Grécia da época de ocupação romana (séc. II d.C.). A sua descrição é a de alguém que viajou e sintetiza o que ‘viu’, com um olhar que não é só o de um turista curioso, mas de um intelectual que dispõe de uma sólida formação cultural e de uma informação ampla, em resultado de uma recolha criteriosa de todo o tipo de fontes, orais e escritas. Para com Pausânias mantemos em aberto uma enorme dívida: a de ter salvado um lastro de monumentos, de acontecimentos históricos, de figuras e de tradições que, sem ele, se teriam em definitivo apagado da memória dos homens.]

- Francisco Oliveira, Cornélio Nepos. Vidas de Epaminondas, Catão e Ático. Fragmentos. Introdução, tradução do latim e notas (Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2023). 237 p. DOI: https://doi.org/10.14195/978-989-26-2440-2

[O presente volume procura oferecer uma tradução científica rigorosa, com comentário e notas, das biografias de Epaminondas, Catão e Ático, bem como dos fragmentos. É também apresentada uma súmula de cada uma das restantes vidas de Comandantes Excelentes de Povos Estrangeiros, da autoria de Cornélio Nepos (c.110-c.24 BC). O volume abre com uma introdução sobre a vida e a época de Nepos, a obra, as fontes e seu tratamento, sua transmissão e organização, o género literário, o destinatário, a língua e estilo, a influência e reputação, e, por fim, a temática. Houve o intento de demonstrar que Cornélio Nepos é um autor com méritos vários, inovador, atento ao leitor, à linguagem e à estética, importante testemunho dos seus tempos conturbados, aberto à diferenças de valores e de culturas.]

Sem comentários:

A ESCOLA PÚBLICA, 50 ANOS DEPOIS DA LIBERDADE, EM DEMOCRACIA

Escrevi, há dias, que a luta dos professores, numa intensidade nunca vista, com grande destaque no passado ano de 2023, trouxe ao de cima a ...