terça-feira, 17 de junho de 2008

O «psíquico» das colheres


Este sketch, da série «A bit of Fry and Laurie», é quase tão eficaz a desmistificar charlatães como Uri Geller quanto o fantástico Randi. Simplesmente hilariante!

3 comentários:

  1. LOL o amigo House noutros carnavais. Excelente vídeo Palmira!

    ResponderEliminar
  2. Tudo muito divertido e interessante, sem dúvida, mas o certo é que os factos têm esta qualidade algo irritante de não desaparecerem quando a gente não gosta deles e nos incomodam seriamente, perturbando as certezas tão agradáveis que qualquer sistema de crenças inabaláveis sempre nos trazem.

    Eis um pequeno artigo da Universidade de Princeton, famosa pelas suas pesquisas nestas áreas menos convencionais, e que poderá interessar a quem está livre de preconceitos e ideias feitas, ou seja, não vê nada de sobrenatural na possível interacção da mente sobre a matéria, algo que aliás está já documentado em alguns dos mais antigos documentos escritos conhecidos.

    E é já uma realidade hoje em dia, ainda que mediada por subtis gadgets electrónicos que permitem um controlo limitado e eficaz de certos aparelhos apenas através do pensamento dirigido. Ou seja, em essência aquilo que se denomina telecinese.

    A questão a este respeito é se há quem o possa fazer sem recorrer a essas muletas tecnológicas. Parece bem que sim, a crer lá nos californianos! :)

    Voici:

    Meta-analysis of mind-matter interaction experiments: 1959 to 2000

    ResponderEliminar
  3. Lol! Não conhecia esta série.

    A par do Tenente George (Hugh Laurie), o General Sir Anthony Cecil Hogmanay Melchett (Stephen Fry, o entrevistador neste vídeo) era a personagem mais divertida do Blackadder.

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.