quinta-feira, 20 de março de 2014

PUBLICIDADE ENGANOSA EM HORÁRIO NOBRE NA RTP

Segundo o relatório Ciência no Ecrã, apenas 0,8% do tempo dos telejornais em horário nobre é dedicado à ciência, a duração média das peças de ciência no telejornal da RTP é de três minutos e vinte e quatro segundos e 92% delas têm menos de 5 minutos. 

Ontem, o telejornal da RTP dedicou 6 minutos e 15 segundos a uma cartomante, que alega acertar em 90% dos casos. Isto, sem qualquer espécie de contraditório ou análise critica, que se impõe numa peça jornalística, categoria em que não se enquadram os 6 minutos e 15 segundos que passaram ontem na RTP.

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=724677&tm=8&layout=122&visual=61

Querem uma previsão que eu garanto que vai acertar com 100% de certeza? Aqui vai, sem sequer consultar as cartas:

- Amanhã vai chover ou não vai chover.

O que passou ontem na RTP não é serviço público. É publicidade enganosa. Onde estão as autoridades que regulam o consumo e o jornalismo?

Infelizmente, depois de escrever este texto deparei-me com mais uma peça de publicidade enganosa, emitida há três dia, do mais ridículo e absurdo possível: um curandeiro, que faz diagnósticos medindo a roupa dos pacientes aos palmos. Vale a pena ver, a partir dos 12 minutos.

O que é mais preocupante, é uma inscrição comum nos elementos gráficos duas peças: "acreditar". Será que a RTP resolveu criar um espaço regular para as tretas no horário nobre? O que deveria fazer, e isso sim seria serviço pública, seria ajudar a esclarece-las, evitando que muitas pessoas, especialmente as mais vulneráveis, seja enganadas.

6 comentários:

  1. A verdade não é notícia. Quando vem ao de cima, já não interessa, passou à história mediática.
    A falsidade, essa sim, é mediática, interessante, ganha audiências, e quanto mais fantasiosa melhor. Quem denuncia é um desmancha-prazeres que não merece atenção.

    Se ainda ao menos se tratasse de fantasia poética, artistica... mas essa também não interessa porque é "difícil". a boa fantasia, a que merece tempo de antena, é a feia, suja, reles.

    E cada povo tem aquilo de que gosta. Alguém vai mudar para o Mezzo ? credo!

    ResponderEliminar
  2. Cais no erro de achar que os jornalistas existem para dizer a verdade. Os jornalistas existem para te captar a atenção. Claro que podes contestar para o que é que te estão a chamar a atenção, mas eu pergunto-te se não foste um daqueles que sempre impediu que se fechasse aquela porcaria? É que, tal como tu, eu revolto-me que aquilo seja feito com o meu dinheiro, principalmente quando por uma fração ínfima tens ciência a sério em canais privados. Sem mencionar que aquilo custa ao contribuinte tanto como toda a ciência feita pelo estado....

    ResponderEliminar
  3. Mas os nossos telejornais são todos iguais e muito maus.

    E como não é possivel fazer telejornais de qualidade, que durem mais de 15 minutos, tudo o resto é "encher chouriços".

    Logo não se espera qualidade onde a mesma não tem "como " existir....

    Augusto Küttner de Magalhães

    ResponderEliminar
  4. Ora então...? Durante anos, por exemplo, a Praça da Alegria teve uma adivinhadora residente... aliás, se bem penso, foram várias... Se agora passaram para os telejornais é porque todos nós deixámos, não? Foram promovidas por silêncio popular do entretenimento para donas de casa à informação em horário nobre...

    ResponderEliminar
  5. Escandalizada, incrédula, revoltada, tudo o que se possa dizer é pouco Já me manifestei em diversos sítios da net. Acontece que toda esta irresponsabilidade da RTP pode causar graves problemas, independentemente, da promoção da ignorância...!!!

    Ora, pensando bem, quem recorre a este tipo de pessoas ???? Outras que, para além de se debaterem com problemas, económicos, de saúde, física ou mental ou o que seja, não terão grande capacidade financeira ou sentido crítico...!!! Com esta publicidade a RTP pode ser acusada de promover tais práticas ." O que passa no canal público é, de certeza, credível pensa o cidadão comum, sem preocupações criticas ou dúvidas.

    Era bom que a RTP se consciencializasse do acréscimo de clientes que estas criaturas vão ter por via de tempo de antena, supostamente grátis !!!!

    Haverá direito a indemnização por danos causados !!!! A ASAI e o FISCO não sabem, não viram e nem querem ver !!!!!

    A RTP é promotora e conivente e deve ser chamada à responsabilidade por publicitar a "banha da cobra" sem pudor !!!!

    ResponderEliminar
  6. Realmente é grave... :O já recorreram aos meios devidos, como o provedor do tele-espectador? Ou isso já não existe? Sei que existe para a rádio RDP.

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.