domingo, 27 de maio de 2012

As primeiras mulheres matemáticas na Universidade de Coimbra

Informação chegada ao De Rerum Natura.

No dia 30 de Maio, às 15h00, no Museu da Ciência da Universidade de Coimbra, realiza-se uma  palestra sobre as primeiras mulheres matemáticas na Universidade de Coimbra. O palestrante é João Luis Nunes, professor da Escola Secundária de Cantanhede, investigador deste assunto.

O nome de Domitilla Hormizinda Miranda de Carvalho (ao lado), natural de Travanca, Villa da Feira, distrito de Aveiro, diz-nos alguma coisa? Talvez não… Sabe-se que em muitas partes do mundo (todas?) as mulheres chegaram tarde (demasiado?) a muitos sítios. Portugal não foi exceção… À mais antiga universidade do país, a primeira mulher a cursar matemática chegou em 1891. Será que foi bem recebida? E as que se lhe seguiram? Eram muitas? Deram nas vistas? Algumas obtiveram tão bons ou melhores resultados do que os seus colegas homens?

Nesta palestra pretende-se analisar dados referentes  às mulheres que cursaram matemática na Universidade de Coimbra entre 1891 e 1960: de onde vinham, o que as motivava, os desafios que enfrentaram...

Já agora, Domitilla foi a pioneira das pioneiras.

1 comentário:

  1. Este tema é interessante e estendendo o assunto, humildemente creio que a mulher ousara pela matemática na Universidade de Coimbra em outros tempos, como forma em defender sentenças sociais ao ensino; pois a matemática é uma ciência cuja circunstância flui conhecimento por develvolver a multiplicidade de saberes estimulado na sociedade; e se voltarmos no tempo a chamada de cérebros pensantes, comportava a necessidade por completar o quadro atuante, pois antigamente infelizmente haviam muitas baixas em função das batalhas.

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.