domingo, 29 de setembro de 2019

"JÁ CÁ NÃO ESTÁ QUEM ROUBOU"


Deixo também aqui este meu apontamento que deixei no Facebook sobre a tragicomédia de Tancos:

Este podia ser o título do lamentável caso do roubo de armas de Tancos. Um bando rouba material de guerra e há polícias militares, devidamente protegidos ao mais alto nível, que acham que basta devolver para apagar tudo: "Já cá não está quem roubou." Ora um roubo é um roubo e de material de guerra é um roubo gravíssimo.
O ex-ministro da Defesa disse que não sabia, mas parece - afirma a Procuradoria - que afinal sabia. O primeiro-ministro António Costa pôs as mãos no fogo por ele. Agora o próprio não esclarece se sabia e António Costa também não. Costa não respondeu à questão levantada por Rio: sabia ou não sabia? Se não sabia, como já disse, devia voltar a dizer isso de uma forma serena, distanciando-se do ex-ministro, em vez de rasgar as vestes indignado. Isto não é apenas um caso de justiça, é um caso de política, é um caso que revela o vergonhoso estado da política nacional. Os ministros podem mentir impunemente? .

Sem comentários:

Publicar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.