domingo, 31 de maio de 2015

Oferta de escola: Introdução à Cultura e Línguas Clássicas

Como é bem sabido, nas décadas mais recentes a cultura e, sobretudo, as línguas clássicas - latim e grego - foram sendo afastadas do sistema educativo português, tendo chegado praticamente à extinção.

Vários professores dos diversos níveis de escolaridade não desistiram, no entanto, de as ensinar, fosse em contexto formal fosse em contexto não formal.

Algum do trabalho desses professores foi agora reunido e acolhido pelo Ministério da Educação e Ciência, que o disponibliza a todos Agrupamentos de escolas/Escolas não agrupadas que o queiram aproveitar.

Assim, a partir do próximo ano lectivo, as escolas com Ensino Básico que considerem pertinente integrar uma componente de cultura e línguas clássicas no seu Projecto Educativo  poderão enquadrá-la na "Oferta de Escola" dos 1.º, 2.º e/ou 3.º Ciclos,

Para apresentar essa componente e o quadro curricular em que se insere, realizar-se-á, no dia 5 de Junho, no Conservatório de Música de Coimbra, um seminário aberto à comunidade educativa, com especial destaque para directores, professores e formadores de professores.

8 comentários:

  1. Parece-me muito bem! Deveria ser feita mais publicidade a esta iniciativa. Onde é que já se viu os alunos seguirem humanidades sem terem Latim? Eu tive (há 50 anos...) e fez-me muito bem...

    ResponderEliminar
  2. E quem vai leccionar essa disciplina? Quantos professores sabem latim ou grego?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prezado leitor, neste momento, felizmente ainda há alguns professores. Os suficientes para esta Oferta de escola se possa concretizar.
      MHD

      Eliminar
  3. Prof.ª Helena Damião:
    Eu sei que esta sugestão poderá parecer um pouco deslocada.
    Mas nem por isso, trata de um dos aspectos do campo educativo sobre o qual é lançado o mesmo anátema que levou à desvalorização da cultura clássica na formação dos jovens e no Ensino em geral (em todos os níveis).
    O intertessante do artigo (e do estudo que o sustenta) é que a argumentação parte, também, de um ponto de vista económico.
    Aqui fica a ligação para o curto mas interessante artigo.
    http://economiainfo.com/edicoes/2015/06/01/educacao-adultos-compensa/

    ResponderEliminar
  4. Gosto deste artigo e, produto artístico acontece o ser fruto a cultura; excelente a notícia.

    ResponderEliminar
  5. Os meus filhos mais velhos tiverem (e o mais novo ainda tem agora) uma disciplina de oferta de escola no Colégio Rainha Santa Isabel chamada "Raizes Greco-Latinas" que além da sua utilidade formativa e cultural é o maior sucesso entre os alunos. Ainda bem que uma ideia tão simples e fantástica ficará acessível para todos!

    ResponderEliminar
  6. Estimado Leitor
    Conheço bem o excelente trabalho que se faz nessa escola de Coimbra.
    Permitir que outras escolas, com destaque para as públicas, onde a Cultura e as Línguas Clássicas, quase desapareceram, é, do meu ponto de vista, uma grande alegria.
    Cordialmente, MHD

    ResponderEliminar
  7. Eu estive presente no Seminário. Tenho a dar nota 5 - excelente. Houve entusiasmo e convicção nas comunicações. Estou cheia de ideias para aplicar na minha escola - ESPF...caso a disciplina seja aprovada. Vai ser aprovada. Tenho a certeza! Foi um dia intensivo, mas gratificante!

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.