sexta-feira, 25 de abril de 2008

Imagine


Yoko Ono, a viúva de John Lennon, Julian e Sean Ono Lennon processaram os produtores do documentário «Expelled: No intelligence allowed», pelo uso abusivo da canção «Imagine», que passa sem autorização na mega-produção criacionista enquanto se veêm imagens de Stalin e soldados a marchar na China comunista. De igual forma, a banda «The Killers» explica que não estar nada contente com o uso pelos criacionistas - a quem pediram que retirassem a sua canção «All these Things That I Have Done» do filme, depois de perceberem que tinham sido enganados por estes.

Se somarmos a isto o facto de a XVIVO ter igualmente processado os produtores pelo plágio da sua animação «A vida íntima de uma célula», dir-se-ia que a estratégia de marketing seguida pelos criacionistas parece assentar em antagonizar tudo e todos de forma a poderem carpir que as reacções à sua desonestidade (a todos os níveis) são «perseguição».

Felizmente não houve grande adesão do público norte-americano a este monte de dislates, apesar das tentativas de suborno às escolas e às igrejas pagando-lhes até 10 000 ou 1000 dólares respectivamente para que levassem grupos aos cinemas na estreia, que ocorreu no passado fim de semana. A receita nominal do filme (falta saber qual foi de facto a real) ficou muito aquém das expectativas não obstante o número elevadissimo de cinemas em que o filme se estreou: 1052 salas exibiram este monte de lixo num fim de semana em que não houve outras estreias de monta.

Entretanto o The National Center for Science Education, NCSE, organizou uma página muito didáctica que expõe não só as inúmeras mentiras, falsas alegações, enfim a total desonestidade do filme, como explica de uma forma liminar ser completamente falso que exista uma «ortodoxia» científica ou que quem se atreve a questionar essa ortodoxia seja imediatamente ostracizado ou perseguido.

Recorrendo a exemplos como Barbara McClintock. O trabalho de Barbara sobre transposição génica contradizia o que na altura se pensava sobre o ADN, pelo que foi recebido inicialmente com muito cepticismo e só começou a ser aceite após Jacques-Lucien Monod (1910-1976) e François Jacob (1920-) terem descoberto os mecanismos da regulação da expressão génica ao estudarem o operão lac. McClintok é actualmente considerada uma das maiores figuras da genética e o seu trabalho revolucionário mereceu o prémio Nobel da Medicina em 1983.

De igual forma, é citado o autor de um dos ataques mais «violentos» (e bem sucedidos) ao tal «darwinismo» que os criacionistas confundem com a teoria da evolução. No final da década de 60 Motoo Kimura propôs que era possível ocorrer evolução por deriva genética mesmo em grandes populações e por longas escalas de tempo. Esta teoria neutralista da evolução ia contra tudo o que era aceite na época ao reduzir o papel da selecção natural à eliminação de mutações negativas e por considerar que a maioria das mutações seria neutra do ponto de vista adaptativo, podendo fixar-se na população sem qualquer vantagem para os indivíduos delas portadores.

Não é assim de espantar que tenha gerado uma enorme controvérsia, a controvérsia neutralista-selecionista que por vezes assumiu contornos muito acesos. Embora muito contestada inicialmente, à medida que a descodificação do ADN progredia, a teoria de Kimura ajudou a esclarecer observações doutra forma impossíveis de explicar, como o elevado nível de polimorfismo genético em populações naturais e actualmente é incluída em todos os livros de texto.

Isto é, do conflito inicial entre neutralismo e seleccionismo, pela própria natureza da ciência, em que não há nem dogmas nem ortodoxia, resultou uma nova teoria da evolução, mais abrangente, mais robusta e com maior poder de explicação. Os exemplos escolhidos pelo NCSE são apenas alguns que comprovam serem treta os queixumes de várias pseudo-ciências (ou antes, fraudes pseudo-científicas) de que a única razão que justifica os seus disparates/banha da cobra não serem aceites é uma suposta (e inexistente) conspiração de uma Intelligentsia científica! Estes não são aceites apenas porque não passam disso: disparates e/ou banha da cobra!

2 comentários:

  1. http://praizul.blogspot.com/

    Queres ajudar a salvar a Praia Azul? :)

    Obrigada! ;)
    http://www.petitiononline.com/praiazul/petition-sign.html

    ResponderEliminar
  2. João Tiago

    "Imagine" é uma musica fantastica com uma mensagem reveladora. O problema é que todas as mensagens podem ser interpretadas de maneiras infinitamente deferentes. Neste caso, os completamente "snobes" defensores do criacionismo usaram, mais uma vez, materiais dignos para revelar teorias completamente falsas.
    Facto seguinte:
    Nos ultimos dias tenho andado constantemente intrigado por coisas que ultrapassam em muito os meus conhecimentos em relação a varios temas. Vi "Zeitgeist" e "Zeitgeist: Addendum" (podem ve-los no site http://www.zeitgeistmovie.com/ sendo importante que vejam pela sua ordem de saida) e todas as concepções que tinha, tudo o que dava por adquirido estão em séria duvida. Espero que tenham a oportunidade de ver voces mesmos o documentario. Como todos os autores deste blog são pessoas com funções que revelam capacidades culturais claramente acima das minhas, decidi que este era o local ideal para ser esclarecido e bem esclarecido. Ora, o que se passa é o seguinte: depois de ver Zeitgeist 1 não acreditei e senti a necessidade de ver a segunda vez logo de seguida. Então fui apontando todos os conceitos que la falavam, todas as pessoas que la falavam e quando acabei de o ver a segunda vez, decidi por-me a investigar. O facto é que até agora confirmei tudo o que tinha ficado como duvida no documentario... Em relação a Zeitgeist: Addendum, tenho também ja a minha longa lista de duvidas. Mas continuo a pesquisar coisas do primeiro (que são bastantes...) e so depois irei investigar essas. Espero que me possam esclarecer caso cheguem a ver esta mensagem. Por outro lado, "Zeitgeist" desmente categoricamente toda a teoria criacionista e sobretudo desmente os conceitos profundos da igreja catolica, algo com que voces normalmente devem concordar. Eu tenho esperado ansiosamente por alguém que me possa desmentir, com provas irrefutaveis, que aquilo é uma grande aldrabice, porém quanto mais investigo mais encontro pessoas bem posicionadas socialmente que defendem "Zeitgeist"... Obrigado pela vossa atenção e agradecido se me puderem esclarecer...
    (o meu mail é obelglan_3@hotmail.com - enviem uma resposta para la. Agradecido)

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.