sábado, 17 de novembro de 2018

ALERTA DE DERROCADA NAS PEGADAS DE DINOSSÁURIOS DA PRAIA GRANDE (COLARES, SINTRA)

Estive ontem, com um grupo de alunos e respectivos professores, junto das pegadas de dinossáurios da Praia Grande (Colares, Sintra).

E estive, como se costuma dizer, «com o coração ao pé da boca», desejoso de tirar dali, especialmente as crianças. Uma parte da camada de calcário (sobrejacente à que contém as pegadas), com perto de uma dezena de toneladas, ESTÁ PRESTES A RUIR.

O projecto de reutilização da escada que liga a Praia à estrada de Almoçageme e dá acesso às pegadas (diga-se que muito bem protegida por um sólido corrimão), concebeu, e bem, um
pequeno patamar, frente a um dos trilhos, com capacidade para uma dúzia de adultos. Pois é, precisamente, sobre as cabeças de quem ali estiver que irá cair, SUSPEITO QUE A QUALQUER MOMENTO, a dita porção de rocha.

Já há mais de uma quinzena de anos, consciente da vulnerabilidade, face às intempéries, das camadas de calcário, ali empinadas quase à vertical, junto à dita escada, solicitei o parecer de um técnico do Laboratório Nacional de Engenharia Civil que, não só confirmou os meus receios, como indicou o tipo de intervenção a fazer, designadamente, a impermeabilização e consolidação do topo das camadas.

Desde então as correspondentes autoridades têm conhecimento (mas nada fizeram) desta dramática situação e do risco que isso representa como perda, para todo o sempre, de um testemunho valioso e raro do nosso passado mais antigo. Esta vulnerabilidade do grande afloramento rochoso representa, ainda, um risco latente para os utilizadores desta escada e dos que, cá em baixo, frequentam a praia.


De então para cá, a jazida com pegadas de dinossáurios da Praia Grande já ruiu e bem, uma vez, felizmente sem causar danos pessoais. Esta derrocada levou-lhe a parte superior da camada, atulhando e atravancando a dita escada, no troço que lhe fica na base, privando os utentes habituais de usar aquele útil percurso.

Recentemente aberta e beneficiada pelo referido corrimão, convida a visitar as pegadas.

Nada se fez, porém, quanto à consolidação da jazida e das camadas de rocha associadas, para além da informação do perigo latente, em dois painéis afixados no topo da escada.

A. Galopim de Carvalho

2 comentários:

  1. Professor Galopim

    Posso contactá-lo para o email da ulisboa? Sei que escreve para o jornal do meu agrupamento de escolas. Gostaria de o convidar para um desafio...

    Um bem-haja!

    ResponderEliminar
  2. Pode, com certeza, contactar-me pelo E-mail «galopim@sapo.pt»
    Abraço.
    A. Galopim de Carvalho

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.