sexta-feira, 24 de maio de 2019

EINSTEIN E AS ABELHAS


Fiz uma curta intervenção no Jornal das Oito da TVI do dia 22 de Maio (peça que começa no minuto 34), dia do apicultor, desmentindo que Einstein alguma vez tenha dito que, se as abelhas desaparecessem, a humanidade também desapareceria no espaço de quatro anos. São "fake news", em que se invoca indevidamente uma autoridade da ciência!

1 comentário:

  1. Também parece que comer cenouras faz tão bem ao olhos como comer coentros e rabanetes misturados com salsaparrilha. Por outro lado, agora o azeite virgem já é melhor do que o óleo de girassol.

    "36 Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui.
    37 Disse-lhe, pois, Pilatos: Logo tu és rei? Jesus respondeu: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz.
    38 Disse-lhe Pilatos: Que é a verdade? E, dizendo isto, tornou a ir ter com os judeus, e disse-lhes: Não acho nele crime algum." (Excerto do Evangelho")

    As verdades são histórias contadas com muito talento e que transmitem uma moral edificante. A Bíblia é tão verdadeira como "O Principezinho" de Saint-Exupéry.

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.