quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Mesas luso-brasileiras


Os Classica Digitalia têm o gosto de anunciar 2 novas publicações, com chancela editorial da Imprensa da Universidade de Coimbra e da PUCPRESS — Editora Champagnat de Curitiba. Todos os volumes dos Classica Digitalia são editados em formato tradicional de papel e também na biblioteca digital, em acesso aberto.

Além do usual circuito de distribuição da IUC, a versão impressa das novas publicações encontra-se disponível em todas as lojas Amazon.

NOVIDADES EDITORIAIS

Série “DIAITA - Scripta & Realia” [Fontes & Estudos]

- Carmen Soares & Cilene Gomes Ribeiro (coords.), Mesas luso-brasileiras: a alimentação, saúde e cultura. Vol. 1 (Coimbra e Curitiba, Imprensa da Universidade de Coimbra e PUCPRESS, 2018) 334 p.

[A tendência dos estudos do século XXI sobre a mesa tem sido de privilegiar as abordagens multi- e transdisciplinares. Aliás é na sua aceção holística que usamos o termo mesa, universo que engloba bens, pessoas e ideias. Refletir hoje sobre a mesa constitui um processo de indagação atento a três dos principais pilares da relação do homem com o alimento, ao longo de toda a sua história: alimentação, saúde e cultura. A presente obra tem por tema as Mesas Luso-brasileiras e está organizada em dois volumes, contendo cinco partes e um total de 25 capítulos. Os 13 capítulos que encabeçam o primeiro volume centram-se sobre dois temas centrais: o alimento sob o prisma terapêutico e simbólico. Na Parte I (Mesas Terapêuticas: quando o alimento é medicamento), evidencia-se o facto de que, historicamente, os escritos médicos precederam a literatura culinária. Na Parte II (Mesas Sagradas: quando o alimento é símbolo) remete-se para a mesa como resposta e veículo de diálogo com o transcendente.]

 - Carmen Soares & Cilene Gomes Ribeiro (coords.), Mesas luso-brasileiras: a alimentação, saúde e cultura. Vol. 2 (Coimbra e Curitiba, Imprensa da Universidade de Coimbra e PUCPRESS, 2018) 374 p.

[Este segundo volume da obra Mesas Luso-brasileiras está organizado em três partes, contendo um total de 12 capítulos. A literatura culinária, que se evidencia como fonte de saberes e sabores, apresenta-se na Parte I (Mesas de Delícias: quando o alimento é prazer). A mesa constitui, ainda, o ADN cultural de qualquer sujeito, problemática congregada na Parte II (Mesas Patrimoniais: quando o alimento é identidade). A fechar o volume surgem contributos particularmente centrados sobre a dimensão material da alimentação, a Parte III (Materialidades da mesa: abastecimento e serviço alimentares).]

Delfim Leão
(Classica Digitalia)
Visite o catálogo completo dos Classica Digitalia.  

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.