sábado, 30 de setembro de 2023

MAIS ALGUNS PENSAMENTOS SOBRE POESIA, ALGUNS, MUITO INCONVENIENTES

Por Eugénio Lisboa,
que selecionou e traduziu 
Poesia é a síntese de jacintos com biscoitos.
Carl Sandburg 

Toda a poesia é pôr o infinito dentro do finito.
Robert Browning 

Escrevi poesia que eu próprio não compreendo.
Carl Sandburg 

Se...… torna o meu corpo tão frio, que nenhum fogo consegue aquecê-lo, sei que isso é poesia.
Emily Dickinson 

Dentro de cada homem, reside um poeta que morreu novo.
Stefan Kanfer

Há duas maneiras de não gostar de poesia: uma, é não gostar, a outra, é gostar de Pope.
Oscar Wilde

Penso que uma definição possível da nossa cultura moderna é a de uma cultura em que nove décimos dos seus intelectuais não consegue ler poesia.
Randall Jarrell

A indiferença à poesia é uma das características mais conspícuas da raça humana. 
Robert S. Lynd 

Escrever verso livre é o mesmo que jogar ténis sem rede.
Robert Frost 

Quando lemos e compreendemos um poema, compreendendo as suas significações ricas e formais, então dominamos um pouco o caos. 
Stephen Spender 

Publicar um volume de versos é o mesmo que deixar cair uma pétala de rosa pelo Grand Canyon abaixo e ficar à espera de ouvir o eco.
Don Marquis
Desde sempre, os poetas e os que não são poetas, tentaram “definir” o que é poesia. É talvez mais fácil dizer o que NÃO é poesia e, mesmo isso, não sei. Mas há aforismos ou proclamações que nos deixam entrever por onde anda a poesia e a sua linguagem. Uma delas é este verso de Claudel, que traduzo: 
“São as palavras de todos os dias, e não são as mesmas.” 
Eugénio Lisboa

2 comentários:

Carlos Ricardo Soares disse...

Dante, Camões, Cervantes, Shakespeare, Pessoa, enfim, não evito reconhecer que todos eles assumiam claramente que, no fingir levar a sério a poesia, o drama ou a tragédia, residia parte da estética da cumplicidade num jogo e, em muitas situações bem doseadas, estava aí o gatilho das reacções emotivas mais espontâneas e surpreendentes. E quanto mais esse fingimento, embora implícito, se revelava na arte da representação, maior era o efeito estético e de espanto, como se o jogo atingisse píncaros de ironia inesquecível, que não é possível ignorar.

Carlos Ricardo Soares disse...

É possível descortinar, nesses autores extraordinários, a veia do cómico da tragédia e do trágico da comédia. E eles manifestam ter bem a noção disso, como se aí se centralizasse, mais em Dante e Shakespeare, a "revolução" encetada pelas suas artes no mundo das representações mitológicas e teológicas.

A ESCOLA PÚBLICA, 50 ANOS DEPOIS DA LIBERDADE, EM DEMOCRACIA

Escrevi, há dias, que a luta dos professores, numa intensidade nunca vista, com grande destaque no passado ano de 2023, trouxe ao de cima a ...