quinta-feira, 15 de março de 2018

Os livros de Stephen Hawking em português


Hawking morreu, mas ficam os seus livros. O Observador, num trabalho digno de louvor, recenseou 17 obras traduzidas em português europeu. Há pequeníssimas falhas:

- O livro A Teoria de Tudo com subtítulo A origem e o destino do Universo não é o último dele entre nós. saiu com tradução do físico Miguel Marques, em 2010 (o original é de 2008). Trata-se do n. 186 da Colecção Ciência Aberta, que dirijo.

- O livro A Minha Breve História de 2014 (original de 2013) é, portanto, o último.  Saiu como n.º 206 da colecção Ciência Aberta da mesmqa editoira,  com tradução de Pedro Elói Duarte e minha revisão científica.

- Os buracos negros e o Universos bébés e outros ensaios, não é da Gradiva, mas da ASA. Saiu de facto em 1994. Julgo que é, com a antologia "Aos Ombros de Gigantes" que ajudei a traduzir  para a Texto Editores, o único que foi publicado pela Gradiva, entre as obras não juvenis.

O original de Breve história do tempo está esgotado, só se encontrando nos alfarrabistas. A Gradiva tem à disposição a edição comemorativa do 10.º aniversário, revista e aumentada, com capa diferente (ver imagem em cima), que tem o mesmo subtítulo da edição original de 1988 Do Big Bang aos Buracos Negros apesar de ele nao figurar na capa. E julgo que todos os outros estão à disposição do público que os pode comprar directamente ao editor, nas livrarias, ou em lojas on-line como a Wook e a FNAC.

Hawking é também o autor de prefácios para Ciência para a Terra . pode a ciência criar um mundo melhor?, org. Tom Wakeford, Terramar, 1998, e de O Universo de Stephen Hawking: uma explicação do cosmos, Alfa, 1998, de David Filkin; tem um texto em Prevendo o Futuro (coord. Leo Howe e Alan Wain), Europa-América, 1995 e outro em O grande, o pequeno e a mente humana, Gradiva, 2003, de Roger Penrose; finalmente, colaborou em  O Universo de Stephen Hawking, de Gene Stone; Difusão Cultural, 1994, que é um guião de um documentário sobre ele.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.