THE PORTUGUESE RECTORS ON THE EUROPEAN SCIENCE FOUNDATION EVALUATION

sexta-feira, 30 de maio de 2008

NÚMERO DA "SKEPTIC" SOBRE CLIMA


Ainda sobre cepticismo e aquecimento global. O último número da revista norte-americana "Skeptic", dirigida por Michael Shermer, e órgão da Skeptics Society, com sede na Califórnia, é precisamente dedicado a esse assunto. Logo o primeiro artigo "A Climate of Belief" do químico Patrick Frank, é claro: "The claim that anthropogenic CO2 is responsible for the current warming of Earth climate is scientifically insupportable because climate models are unreliable". Mas há mais artigos. Bem, eu sei que a opinião dominante neste momento é a de que não só há aquecimento global como ele é causado principalmente pelo homem. Mas, como Dyson, julgo que os argumentos dos cépticos sobre a origem humana desse aquecimento devem ser escutados. É da discussão que nasce a luz...

Quem quiser ler o artigo de Frank assim como outros bastará ir aqui.

5 comentários:

  1. Parabéns ao Daniel Sá pela carta que foi publicada hoje no Público.
    Efectivamente a política de sigilo só durava até ao achamento das novas terras, e nada prova que o testamento de Colombo de 1497 seja falso. Pelo contrário, foi aceite como verdadeiro pelo Conselho das Índias nos Pleitos do Ducado de Verágua, bem como por todos os pleiteantes.
    Bem-haja por este contributo em prol da História contra o marketing estafante de quem quer ganhar dinheiro escrevendo historietas sem qualquer base documental!

    Maria Benedita Vasconcelos

    ResponderEliminar
  2. Também merece divulgação o blog, Mitos Climáticos, que julgo, deve conhecer.

    ResponderEliminar
  3. parabéns por publicar este post.
    E o que ele diz não é uma simples opinião, são factos.

    O que me tem preocupado neste assunto é como tem sido possível conseguir abafar todas as vozes contrárias. Certamente que a noticia deste numero da Skeptic não sai na comunicação social.

    E preocupa-me a falta de sentido crítico de toda a gente. Não bastaria saber que os modelos não têm nuvens para duvidar das suas conclusões?

    A verdade será que o "argumento da autoridade" domina completamente.

    ResponderEliminar
  4. Mas o Patrick Frank é um climatologista ? A revista onde o artigo é publicado tem credibilidade científica ? É peer reviewed ? Há factos novos no artigo ?

    ResponderEliminar
  5. Quanto aos modelos ( e também o Prof. Dyson):

    http://climateprogress.org/2007/08/15/freeman-dyson-climate-crackpot/

    «He says the “fuss about global warming is grossly exaggerated” because he is certain the climate models do not reflect reality. I agree they don’t reflect reality– but that leads me to the opposite conclusion. Dyson fails to ask whether the simplifications and omissions in climate models lead them to overestimate or underestimate climate impacts. So far, they have underestimated things like Arctic ice loss, mass loss of the great ice sheets, and sea-level rise. They don’t model many feedbacks very well, and we know today that most feedbacks are amplifying.»

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.