terça-feira, 10 de dezembro de 2013

SELECÇÃO DE LIVROS PARA O NATAL

Na semana passada, num telejornal da TVI24, com o jornalista Pedro Carvalho, levei comigo e apresentei uma escolha pessoal de livros de Natal. Fica aqui registada (por ordem alfabética do autor), pois não tive tempo de falar de todos:

1- António Lobo Antunes, "Quinto Livro de Crónicas", D. Quixote (crónicas da "Visão" de um dos maiores prosadores contemporâneos).

2- Alexandra Prado Coelho, "Vai Brasil!", Tinta da China (reportagens ao vivo e a cores do Brasil).

3- Afonso Cruz, "Para onde vão os guarda-chuvas", Alfaguara (um livro original, que parece infantil no início.

4-  David Deutsch, "O Início do Infinito", Gradiva (uma extraordinária obra, bastante optimista a respeito do poder da ciência).

5- Darrell Duff, "Como Mentir com a Estatística", Gradiva (um clássico que nensina a desconfiar da estatística).

6- Gavin Hewitt, "O Continente Perdido", Bizâncio (sobre a crise da Europa, Portugal incluído)

7- Ion Morris, "O Domínio do Ocidente", Bertrand(uma comparação magistral entre o Ocidente e o Oriente: o Ocidente  domina por enquanto).

8- Fernando Pessoa, "O Regresso dos Deuses e Outros Escritos de António Mora", Assírio e Alvim (um heterónimo pouco conhecido de Pessoa, ligado a Caeiro).

9- Jerónimo Pizarro e Partício Ferrari (orgs.), "Fernando Pessoa: Eu sou uma antologia. 136 autores fictícios", Tinta da China. (a multiplicidade estonteante de Pessoa)

10- Gonçalo M. Tavares, "Atlas do Corpo e da Imaginação", Caminho (um livro muito original, onde se entra por qualquer sítio e se sai por qualquer sítio, transformado relativamente à entrada)

1 comentário:

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.