sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

PARABÉNS HENRIQUE LEITÃO!


Acabo de saber que o físico e historiador de ciência Henrique Leitão foi laureado com o Prémio Pessoa 2014. É uma atribuição merecidísima desse galardão de grande prestígio, que chama a atenção para uma obra profunda sobre a ciência em Portugal nos séculos XVI e XVII. Ele é o nosso grande especialista em Pedro Nunes, o matemático do século XVI fundador da Navegação Astronómica que é decerto um dos maiores cientistas portugueses e mundiais. Os últimos trabalhos do Henrique sobre a relação entre Nunes e Mercator são notáveis, somando-se a outros que analisaram em pormenor os contributos que Nunes deu ao mundo. Por outro lado, o Henrique tem estudado os jesuítas da Aula da Esfera em Lisboa e dos Colégios das Artes e de Jesus em Coimbra que fizeram a recepção da ciência de Galileu, incluindo a utilização pioneira do telescópio, e a levaram para o Oriente, para a China e para o Japão. Se Portugal ocupa hoje um lugarn mais saliente no panorama da história da ciência mundial deve-o a Henrique Leitão.

Não bastando a sua obra de investigação, o Henrique é também um excelente divulgador da história da ciência, como se pode ver pela Exposição que comissariou na Fundação Gulbenkian ("360º Ciência à Descoberta") sobre os Descobrimentos portugueses e as exposições bibliográficas organizadas por ele na Biblioteca Nacional sobre a obra dos jesuítas ("Estrelas de Papel"). Uma sugestão às televisões nacionais: façam programas sobre a história da ciência em Portugal apresentados pelo Henrique Leitão.

A FCT - Fundação para a Ciência e Tecnologia, que tem desprezado quase por completo a história da ciência (chegou a retirá-la do leque das disciplinas), recebe com a atribuição deste prémio uma crítica severa. A história da ciência é indispensável à cultura científica e a inculta gestão da FCT tem simplesmente ignorado a cultura científica.

3 comentários:

  1. PORTUGAL NO SEU MELHOR.
    Parabéns ao laureado, físico e historiador de ciência, Henrique Leitão.

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.