sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

A FCT, OS ERROS E AS CONSEQUÊNCIAS PARA A CIÊNCIA

Informação recebida do Sindicato Nacional do Ensino Superior (SNESup):

O processo de denúncia feito pelo SNESup ao Ministério Público relativo à avaliação das Unidades de Investigação contínua a desenvolver-se. O SNESup enviou recentemente a sua resposta à pronúncia da FCT, com argumentos que descrevem situações factuais comprovadas dos vícios/ilegalidades invocados, aproveitando o facto de terem sido disponibilizados outros documentos, reforçando a posição com a questão do acordo de quota prévia de 50% e com a recente posição do CRUP esclarecedora sobre esta matéria. Tivemos assim oportunidade de dotar o processo de mais elementos, auxiliando a ação da justiça. Os desenvolvimentos deste processo, são fundamentais para repor um quadro de legalidade nos procedimentos da FCT.

Todavia, e mantendo a sua linha de atuação, a FCT continua a insistir nas quotas na segunda fase da avaliação. A FCT precisa de parar de insistir no erro. A FCT precisa de dignidade. E o país necessita da dignidade institucional.

Como se não bastasse as confusões promovidas pela FCT, relativas a este processo, e a perturbação ao normal funcionamento das Unidades de Investigação, as consequências destas malfeitorias afetam também Laboratórios do Estado e Laboratórios Associados, que se vêm forçados a repensar a sua missão, ou a dispensar Investigadores. É absolutamente necessário repor a dignidade na Ciência. Os investigadores precisam voltar a ter condições para poderem preocupar-se com o essencial: investigar! É caso para dizer à FCT: Pare, escute, corrija e deixe-nos produzir!

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.