sábado, 6 de janeiro de 2018

O DESDÉM DE TRUMP PELA CIÊNCIA


https://www.nytimes.com/2018/01/04/opinion/trump-disdain-science.html

19 comentários:

  1. é muito mau o trump, e´muito mau.....e que tal arranjar outra ladainha que essa já cansa.

    ResponderEliminar
  2. METEOROLOGIST BLASTS THOSE LINKING BRUTAL BLIZZARD TO CLIMATE CHANGE
    Date: 06/01/18 The Washington Times
    Meteorologist Joe Bastardi had a decidedly unscientific term for the effort to link Thursday’s frigid winter storm to human-caused climate change: “witchcraft.”

    ResponderEliminar
  3. O ocaso da grande potência económica, científica e militar que era a Alemanha, antes da Segunda Guerra Mundial, iniciou-se com a ascensão de Adolf Hitler ao Poder. O Trump tem uma formação cultural e política muito inferior à de Hitler, cujo grande desígnio na vida foi fundar um Reich que durasse mil anos!
    A História não se repete, mas a sucessão de loucos, no tempo e no espaço, que conseguem aceder facilmente ao controlo das armas de destruição maciça, parece não ter fim... Até quando?!

    ResponderEliminar
  4. Será? Isto não é ciência, é comentário político baratinho. No mínimo é igual ao desdém do Carlos Fiolhais em relação à ciência do Universo Eléctrico, por mais que os factos, os buracos negros e a matéria negra lhe caia sobre a cabeça:

    Electric Stars in Focus | Space News
    https://www.youtube.com/watch?v=aemwD0SW0Y0

    Lamentável!

    ResponderEliminar
  5. O Carlos Fiolhais mostra pelo "Universo Eléctrico" o respeito que este merece enquanto teoria científica: nenhum.

    Uma teoria que sugere que a luz se propaga instantaneamente, algo que qualquer pessoa com fibra óptica/cabo coaxial sabe não ser verdade verdade, está excluída enquanto teoria válida (isto sem entrar sequer nos pormenores mais disparatados, é só mesmo o mais óbvio).

    ResponderEliminar
  6. Oh, Sr. Anónimo de 7 de Janeiro de 2018 às 10:57. Trump é o reflexo da população dos EUA terem acordado para a realidade vil da conspiração, segundo a qual, a Alemanha só ilusoriamente perdeu a 2ª Guerra Mundial, a Agenda do 3º Reich tem sido continuada nos EUA e financiada pelos mesmos. Busque por:

    PROOF THAT HITLER DIED IN 1965 - IN ARGENTINA

    ResponderEliminar
  7. Anónimo de 8 de janeiro de 2018 às 13:24
    Ao menos informe-se devidamente antes de afirmar falsidades ou ser agente activo de desinformação. A intenção é clara, o "Universo Eléctrico" é uma teoria científica, como as outras, o que é indefensável hoje é engolir "buracos negros" como hipótese científica válida. Isso é que é manifesta escassez de inteligência!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao que parece, o senhor Anónimo de 9 de Janeiro às 14:34 está desinformado das falhas graves da "teoria" que defende. Vá aprender um pouco de Física antes de enfiar essa ideia cheia de buracos (não negros, mas bastante visíveis) pela goela abaixo dos outros.

      Eliminar
  8. Veremos quem irá engolir o quê no futuro, Anónimo 10 de janeiro de 2018 às 10:14

    ResponderEliminar
  9. Quem desdenha quer provar, mas tem embaraço... e há muitas razões para isso, afinal, as sumidades da nossa praça seriam ridicularizadas... ainda assim, um dia destes isso não poderá ser evitado:

    Supernova & Neutron Star Theory Exploding -- Electric Star Model Offers Solution | Space News
    https://www.youtube.com/watch?v=zsDAGgGu--E

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um dia as pessoas vão perceber que vídeos e palavras caras não são provas científicas. Como exemplo, tem aqui um vídeo que prova que a Terra é plana:

      https://www.youtube.com/watch?v=G4mmrQuOtHU

      Quanto ao vídeo que mostrou, muita prosa, pouca ciência. O senhor convidado usa apenas os seus próprios artigos (o que por si só já deveria ser suspeito), que ora aparecem em jornais de tendência predatória, ora fazem apenas uma análise qualitativa, não quantitativa, não podendo ser testados, logo, não podendo ser refutados. Logo, não são ciência, a não ser que levem a outros artigos com testes à teoria/hipótese (que não existem, pelo menos com este autor).

      Já para não dizer que este senhor fala como se o estudo de plasma em Astrofísica hoje em dia não existisse e tivesse estancado na altura em que fez o seu curso. Clássico caso de quem não se mantém a par de novas descobertas (um outro tique de quem se faz passar por cientista, mas não o é).

      Eliminar
  10. Comparar os vídeos referidos só pode ser avaliado como má-fé, a mesma má-fé que faz passar divulgação em ciência como tudo menos isso. Mas enfim, continue porque o futuro trarará de atropelar a sua arrogância. Quer toneladas de ciência, porque não convida este pessoal para virem cá a Portugal dar-vos um banho de ciência. Terá coragem para isso? Onde está essa abertura de espírito científico?

    ResponderEliminar
  11. Ao anónimo de 14 de Janeiro às 18h38: sim, é má-fé. Ao menos algumas pessoas que defendem a Terra Plana tentam fazer previsões de qualquer tipo. Falam redondamente, mas tentam. Já é mais do que o pessoal que você defende.

    E eu não percebo uma coisa: se eles nos podem dar "um banho de ciência", porque é que VOCÊ não os convida a vir cá? Não deve ser assim tão difícil convencê-los... Abertura de espírito científico é o argumento patético que se usa quando alguém quer dizer "porque é que não aceitam estas ideias sem as questionar?!" Você está a fazer o exacto oposto do espírito científico.

    Há-de ir o homem a um outro planeta antes de a malta do Universo Eléctrico fazer uma previsão que possa ser testada. Enquanto não fizerem isso, o Universo Eléctrico é uma história, não uma teoria. Tão simples quanto isso.

    ResponderEliminar
  12. Oh, oh, LOL! A malta do Universo Eléctrico nem tem feito mais nada do que previsões, e um contínuo de DEMOLIDORES acertos. Você não tem a menor ideia do que que está a dizer, mas pior, demonstra o desprezo dos maus perdedores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então mostre essas previsões. QUANTITATIVAS. E mostre que elas estão certas. Se está assim tão seguro, com certeza não terá dificuldade em provar o que diz. A não ser que seja um mau perdedor, claro. Como a malta do Universo Eléctrico, isto é, que insultam o mero acto de ser cientista e sem simultâneo insultam quem não os reconhece como cientistas. É difícil serem consistentes com essa atitude...

      Eliminar
  13. Faça o seu trabalho, ninguém me paga para vos fazer a papinha toda. Por acaso acha que é preciso ser cientista para vos topar ou aturar a treta? Eu não lhe peço que confie em mim, naturalmente este pessoal do Universo Eléctrico, assumidos dissidentes da "ciência do consenso" têm demasiado gabarito para se dedicarem ao cientismo. Se precisa de artigos e tudo mais o quê, fale com eles que saciarão todas as suas necessidades:
    https://www.thunderbolts.info/wp/

    As notícias, essas falam por si:
    Cosmic Electric Currents Becoming Accepted Science | Space News
    https://www.youtube.com/watch?v=fe0jgBqWjKI

    E com isto fecho a troca de mimos neste verbete, porque não faltarão oportunidades em continuar em 'posts' mais recentes. E evite falar em alterações climáticas, porque isso é "junk science", fale em "Grand Solar Minimum". A única exigência é a da honestidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora pronto... Têm demasiado gabarito para perder tempo connosco. Pessoas que se trancam nas suas torres de marfim e se recusam a interagir com o exterior de maneira decente, mas querem ser levadas a sério. No fundo é irónico: ao tentar defendê-los, expôs as maiores fraquezas deles em todo esse comentário, quer da maneira como se refere a quem é exterior ao grupo, como com as fontes que apresenta, e ainda ao se recusar a apresentar provas ("papinha"). Fez um excelente sumário de porquê nunca levar a sério o Universo Eléctrico, que nem Pseudo-ciência é, pois nem mesmo a esse nível chega. Obrigado!

      Eliminar
    2. Parece que o meu comentário de ontem não foi aprovado por alguma razão (se ele aparecer duplicado é porque o submeti 2 vezes):

      Esse seu comentário, sendo uma tentativa de defender o Universo Eléctrico, deixou claras as suas principais fraquezas. Se foi intencional, bravo.

      Falar em ter "demasiado gabarito", recusar apresentar provas, a continuação da utilização de blogues e vídeos de Youtube como prova (fica aqui um que prova que a Lua é um holograma: https://www.youtube.com/watch?v=YkSX68ZXUgg). Você fez um excelente apanhado de tudo o que está mal com esse movimento, e tudo o que o separa de ciência. Eu não o teria feito melhor.

      Muito obrigado pelo seu contributo.

      Eliminar
  14. Bem, a discussão entre esse dois anónimos parece ter sido divertida, mas Deus me acuda se este último comentário a favor do Universo Eléctrico não berra "CULTO" alto e bom som. Essa do "gabarito" é demasiado má para ser séria.

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.