quarta-feira, 22 de novembro de 2017

A QUÍMICA DO AMOR




Na próxima 4ª feira, dia 29 de Novembro, pelas 18h00, vai ocorrer no Rómulo Centro Ciência Viva da Universidade de Coimbra a 2ª palestra do Ciclo "Ciência às Seis"* de 2017/2018, intitulada "A Química do Amor" com Paulo Ribeiro-Claro, Professor do Departamento de Química da Universidade de Aveiro.





Resumo da Palestra:
"O amor é frequentemente celebrado como um fenómeno místico, muitas vezes espiritual, por vezes apenas físico, mas sempre como uma força capaz de determinar o nosso comportamento. Na verdade, é um fenómeno neurobiológico complexo, baseado em actividades cerebrais de confiança, crença, prazer e recompensa, que envolvem um número elevado de mensageiros ou actores químicos. Esta conversa aborda o amor romântico do ponto de vista da química: que substâncias actuam no nosso organismo – no cérebro em particular – e são responsáveis pelas sensações e comportamentos que associamos ao Amor."

*Este ciclo de palestras é coordenado por António Piedade, Bioquímico e Divulgador de Ciência.

ENTRADA LIVRE

Público-Alvo: Público em Geral

Link para o evento no Facebook

1 comentário:

  1. O Amor é uma abstração metafísica, portanto não faz parte do objeto de estudo das ciências exatas. Mesmo quando envolve dois ou mais atores químicos, O Amor não pode ser reduzido a um sistema de n equações com n, ou mais, incógnitas!

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.