segunda-feira, 21 de agosto de 2017

"EMPRESÁRIOS DÃO AS CARTAS NA ESCOLA PÚBLICA"

Li recentemente um artigo de Nora Krawczyk, professora da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas, Brasil, cujo título é "Ensino médio: Empresários dão cartas na escola pública", publicado em 2014 na revista Educação e Sociedade, n.º126.

Pela enorme pertinência do tema não só na América Latina, mas no resto do continente americano e também na Europa, com destaque para Portugal, transcrevo abaixo o resumo e as palavras-chave. A ligação para o artigo é disponibilizada acima.
RESUMO: A escola média brasileira está num momento de transição. Mas transição para onde? Este artigo ajuda a encontrar respostas para essa pergunta, analisando as mudanças no ensino médio e as influências que sofre o complexo e controvertido processo de definição de políticas. O texto examina o que se pode classificar como início de um processo de renovação da racionalidade pedagógica e organizacional desse nível de ensino, no qual têm surgido variadas modalidades, formas de organização e de trabalho pedagógico. Revela o papel privilegiado que uma fração do empresariado assumiu nessa renovação. Identifica as propostas curriculares e organizacionais que tendem à padronização nacional do ensino médio, ao mesmo tempo em que há uma forte fragmentação no interior das redes estaduais e de sua gestão político-educacional.  
PALAVRAS-CHAVE: Ensino médio; Modelo empresarial de educação; Política educacional; Ensino médio integral; Reconfiguração do espaço público; Empreendedorismo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.