sábado, 10 de abril de 2021

NOVOS CLASSICA DIGITALIA

 NOVIDADES EDITORIAIS

Série “Autores Gregos e Latinos” [textos) 

- Nuno Simões Rodrigues, Cláudia Teixeira, Francisco Oliveira & José Luís Brandão: História Augusta. Vol. II. Vidas de Hélvio Pertinaz, Dídio Juliano, Severo, Pescénio Nigro, Clódio Albino, Antonino Caracala, Antonino Geta, Opílio Macrino, Diadúmeno Antonino, Antonino Heliogábalo. Tradução do latim, introdução e notas (Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2021). 258 p.  

DOI: https://doi.org/10.14195/978-989-26-2076-3

[O período abrangido pelas Vidas aqui reunidas coincide com o da instituição da dinastia dos Severos, que se seguiu à dos Antoninos, que marcou a vários níveis o apogeu imperial romano. De todas as biografias reunidas neste volume, a de Heliogábalo deverá ser, pela riqueza das descrições, a que melhor corresponde a um certo imaginário contemporâneo — ainda que não necessariamente factual — da Roma Antiga: uma civilização pautada pela desmesura, pelo excesso, pelo exotismo, pela crueldade e pela perversão.]

Fora de Série [catálogo]

 - Isabel Pereira, Teófilo Silva, António Pacheco e Ricardo Costeira da Silva, A coleção numismática do Museu Nacional de Machado de Castro (Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2021). 798 p.

DOI: https://doi.org/10.14195/978-989-26-1562-2

[A obra contempla a coleção de Numismática do Museu Nacional de Machado de Castro (MNMC) e outras peças monetiformes, composta por 1286 exemplares, maioritariamente recuperados neste espaço histórico da cidade de Coimbra. Reúnem-se igualmente peças recolhidas noutros pontos da cidade ou em intervenções pontuais realizadas noutros monumentos nacionais e fruto de doações e aquisições. A monografia é composta por cinco núcleos principais que se organizam cronologicamente: moedas romanas; moedas medievais; moedas portuguesas; moedas estrangeiras e objetos monetiformes. Com prefácio de Jorge de Alarcão, o livro encontra-se profusamente ilustrado e enriquecido por diversos textos interpretativos que melhor exploram e enquadram a listagem individual que se apresenta em formato de catálogo.]

 

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.

Ainda sobre o moderno e o clássico

Na continuação do texto A constante luta entre clássico e moderno João Boavida É isso mesmo, volto ao tema, do moderno e do clássico.  Se um...