quinta-feira, 26 de junho de 2014

“Trinta árvores em discurso directo”

Ciclo Literário “Nem só as Árvores têm Folhas”:


Bagão Félix apresenta “Trinta árvores em discurso directo” no Jardim Botânico da Universidade de Coimbra

As leituras debaixo das árvores voltam este sábado, 28 de junho, às 15h00. Desta vez, o conhecido político e amante da natureza António Bagão Félix vai falar do livro “Trinta Árvores em Discurso Directo”.

No livro são as próprias árvores que falam de si mesmas, numa apresentação que aborda elementos botânicos, etnobotânicos e históricos. No mundo das pessoas, é o autor quem vai desvendar as histórias por detrás das árvores!

A sessão vai ser apresentada pela jornalista Maria Flor Pedroso.

Participe!

Saiba mais aqui.

Sinopse da obra: Este livro é um preito singelo de quem vê nas árvores um código universal de respeito pela vida e nelas encontra civilidade, paz, ágape, sensualidade. Escolhi trinta delas e convidei-as, com a minha ajuda, a apresentarem-se ao leitor. Com alforria, sem constrangimentos, cada uma delas se descreve na forma, na essência e nas circunstâncias. E revela-se nas envolventes respeitantes à sua família botânica, mas igualmente em pinceladas da sua relação com a cultura popular, a arte nas suas diferentes expressões, a poesia e a literatura, as religiões e as tradições, a toponímia e a onomástica, a história e outras abordagens. Porque, afinal, a vida é tudo isto, mesmo para uma árvore.

Data: sábado, 28 de junho de 2014
Horário: 15h00
Local: Jardim Botânico da Universidade de Coimbra (portão junto aos Arcos do Jardim)
Autor: António Bagão Félix
Apresentação: Maria Flor Pedroso

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.