segunda-feira, 27 de março de 2017

Mais duas traduções da Classica Digitalia

Os Classica Digitalia têm o gosto de anunciar duas novas publicações, com chancela editorial da Imprensa da Universidade de Coimbra e Annablume (São Paulo). 

Todos os volumes dos Classica Digitalia são editados em formato tradicional de papel e também na biblioteca digital. 

Série “Autores Gregos e Latinos" [Textos] 

 - Carlos de Jesus: Antologia Grega. A Musa dos Rapazes (livro XII). Tradução do grego, introdução e comentário (Coimbra e São Paulo, IUC e Annablume, 2017). 

[O Livro XII da Antologia Grega contempla cerca de 260 epigramas unidos pela temática homoerótica que desenvolvem. À parte um conjunto escasso de componentes dedicados ao amor heterossexual, erroneamente introduzidos pelos copistas na coleção e que aqui são também traduzidos, versam sobre o modelo da relação amorosa entre um homem adulto (o assim designado erastes, o “amante” ) e um adolescente (o eromenos). A Musa dos rapazes tem, como contraponto imediato, o livro V da Antologia, coletânea mais extensa de epigramas sobre o amor heterossexual. Uma leitura de ambos permite no entanto, em primeira instância, detetar um grupo de tópicos e imagens que se repetem, prova em si de que ambos celebram uma mesma realidade – as benesses (mais bem escassas) e as agruras do amor.] 

- Carlos de Jesus: Antologia Grega. Apêndice de Planudes (livro XVI). Tradução do grego, introdução e comentário (Coimbra e São Paulo, IUC e Annablume, 2017).

[A Antologia de Planudes, conservada no autógrafo Marcianus gr. 481 do século XIV, foi durante os séculos XVI-XVIII a única recensão do epigrama grego conhecida e divulgada e exerceu, por isso mesmo, uma influência notável na poesia e na cultura moderna em geral. Texto pedagógico nuclear para alunos renascentistas de grego e latim, com frequência constituía o seu primeiro contacto com a literatura grega. Poetas e escritores de todos os tempos dela se serviram. Erasmo, que copia e comenta nos Adagia cerca de cinquenta componentes, mas também os Emblemmata de Alciato, pela primeira vez publicados em 1492, que ilustram, traduzem para latim e comentam um muito maior número de epigramas. O presente volume oferece em tradução os epigramas transmitidos por Planudes que estão ausentes do Palatinus, nas edições modernas publicados como Livro XVI da Antologia Grega. A grande maioria destes textos (356 de um total de 392) provém do capítulo IV do Marcianus, recolha de epigramas descritivos ou ecfrásticos.]

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.