terça-feira, 9 de setembro de 2014

Entradas em Ciências Agrárias

Post recebido de Arnaldo Dias da Silva:

Junto mostro o balanço da 1.ª fase de colocações respeitantes  ao ensino superior agrário.   Envio primeiro sob a forma de dois QUADROS. Depois farei comentários. Uma vez que a questão é  muito grave ou mesmo calamitosa, penso que serão bem-vindos desde já comentários a estes quadros.

QUADRO 1 - Cursos de licenciatura (1º ciclo de estudos) e número de lugares oferecidos  e procurados (com base na internet e nos jornais de 8 de Setembro de 2014) - Ensino Politécnico      

ESA
Designação dos cursos segundo as ESA
              oferecidos na internet
Oferta
  Procura
Beja
Agronomia
Ciências e Tecnologia  dos Alimentos                  
.Engenharia  Alimentar
       45
       23
       23
         2
         0
         0
Bragança
. Biologia e Biotecnologia
. Ciência e Tecnologia Alimentares
. Ciência Florestal e Recursos Florestais
. Enfermagem Veterinária
. Engenharia Agronómica
. Engenharia Alimentar
. Engenharia Biotecnológica
. Engenharia do Ambiente
. Engenharia Florestal
. Engenharia Zootécnica
. Fitofarmácia e Plantas Medicinais
. Paisagismo
       35
       36
         0
       25
       45
         0
         0
       36
         0
       23
       25
          1
          0
          0
          7
          1
          0
          0
          0
          0
          1
          0

Castelo Branco
. Agronomia
. Nutrição Humana e Qualidade Alimentar
. Engenharia Biológica e Alimentar
. Enfermagem Veterinária
. Engenharia Agronómica (apenas mestrado)
. Engenharia Zootécnica (apenas mestrado)
. Gestão Recursos Hídricos (apenas mestrado)
. Sistemas de Informação Geográfica e
                                 Gestão do Território
        24
        36
        23
        27
           3
           4
           0
         12
Coimbra
. Agricultura Biológica
. Biotecnologia
. Ciências Florestais e Recursos Naturais
. Ecoturismo
. Engenharia Agro-Pecuária
. Tecnologia Alimentar
. Tecnologia e Gestão Ambiental
          32
          41
          34
            0
          34
          42
          45
            5
          41
            4
            0
            1
            3
            9
Elvas
. Agronomia
. Agronomia (ramo Espaços Verdes)
. Enfermagem .Veterinária
. Equinicultura


Ponte de Lima
. Agronomia
. Biotecnologia                                               
. Ciências e Tecnologias do Ambiente
. Enfermagem Veterinária
           25
           22
           25
           25
             5
           22
             2
           25
Santarém
. Agronomia
. Agronomia (pós-laboral)
. Engenharia Agronómica (pós-laboral)
. Engenharia Alimentar
. Engenharia da Produção Animal
. Engenharia do Ambiente
. Engenharia do Ambiente (pós-laboral)
. Produção Animal
. Nutrição Humana de Qualidade Alimentar
           45
           33
              0
              0
              0
           30
             0
           42
           41
          14
            0   
            0
            0
            0
            0
            0
            4
            3
Viseu
. Enfermagem Veterinária
. Engenharia Agronómica
. Ciência e Tecnologia Animal
. Qualidade Alimentar e Nutrição
          45
          24
          25
          25
          25
            0
            2
            9

Total  ensino politécnico   Oferta=1051        Procura=205, ou seja, 19,5%.

Na mesma data (8.09.2014) as 8 ESA ofereciam, no seu conjunto 45 cursos de mestrado ou estudos superiores do 2.º ciclo. Não apurei se estão, todos ou em parte, em funcionamento, nem quantos alunos os frequentam ou acabaram com aproveitamento.

QUADRO 2 – O mesmo que o QUADRO 1, mas agora referente ao Ensino Universitário

Universidade dos Açores
. Medicina Veterinária (Preparatórios)
. Ciências Agrárias
            13
            20
           13
             4 
Universidade do Algarve
. Arquitectura Paisagista
. Agronomia (pós-laboral)
.          25
           20
             9
             4
Universidade de Évora
. Arquitectura Paisagista
. Agronomia
. Ciência e Tecnologia Animal
. Medicina Veterinária
           23
           37
           35
          50
             8
           29
           35
           50
Universidade de Lisboa
ISA
. Arquitectura Paisagista
. Engenharia Florestal e dos Recursos - Naturais
. Engenharia Agronómica
. Engenharia Alimentar
. Engenharia Zootécnica
. Engenharia do Ambiente
           25
           20
        
           45
           45
           35
           25

           11
             3

           45
           13
           24
           16
Universidade do Porto
. Arquitectura Paisagista
. Medicina Veterinária
           23
           60
           23
           60
UTAD
. Arquitectura Paisagista
. Ciências Florestais
. Engenharia Agronómica
. Engenharia Zootécnica
. Enologia
. Medicina Veterinária
           26
           21
           32
           28
           37
          82     
           13
             3
             7
            13
            22
            82


Total  Ensino Universitário     Oferta=727            Procura=488, ou seja, 66,2%.

Total Ensino Superior             Oferta=1778       Procura=693, ou seja 39,0%.
           
  

2 comentários:

  1. No ensino superior politécnico público o panorama da habilitação dos seus docentes é elucidativo.
    Segundo o INDEZ2008, “Análise de todos os Docentes em 2008 por Categoria”, reportada a 31/12/2008, no ensino superior politécnico público existia um universo de 8.181 docentes. Dos quais, 35 tinham habilitação ignorada e os demais a seguinte habilitação: - 49 décimo segundo ano ou menos; - 30 Curso de Especialização Tecnológica; - 111 Bacharelato; - 2.796 Licenciatura; - 73 Pós-Graduação; - 3.602 Mestrado;- 1.485 Doutoramento.
    Segundo o REBIDES, no ano lectivo 2011/12, no mesmo ensino superior o universo de docentes foi de 10.311. Dos quais, 104 tinham habilitação não especificada, e os demais a seguinte habilitação: - 66 Bacharelato; - 3.390 Licenciatura; - 4.255 Mestrado; - 2.496 Doutoramento.
    Enquanto o n.º de alunos tem decrescido, importa reter que desde 31/12/2008, o n.º de docentes aumentou cerca de 26%...
    Mais importa reter que a esmagadora maioria dos docentes no ensino superior politécnico público nem sequer são doutorados…
    Em 2008, do universo de 8.181 docentes, apenas 1.485 eram doutorados, o que representa cerca de 18% dos docentes. No ano lectivo 2011/12 do universo de 10.311, apenas 2.496 docentes são doutorados, o que representa cerca de 24% dos docentes.
    Ou seja, no ensino superior politécnico público mais de 75% dos docentes não são doutorados. Contudo desde 31/12/2008 o nº de docentes, que passou de 8.181 para 10.311, aumentou cerca de 26%.
    Em nome da transparência, bom seria que explicassem ao País o recrutamento dos docentes para o ensino superior politécnico público…
    E, em nome da legalidade, bom seria que o Sr. Ministro da Educação aclarasse publicamente da validade dos doutoramentos ministrados pelo ensino superior politécnico público.

    ResponderEliminar
  2. Aqui vos deixo um link em que, na 1.ª pessoa, se descreve o modus operandi do Doutoramento em Ciências do Desporto da Escola Superior de Desporto de Rio Maior, do Instituto Politécnico de Santarém, em parceria com a Universidade da Madeira.

    http://www.oribatejo.pt/esdrm-com-doutoramento-em-ciencias-do-desporto/

    Explicado, na 1.ª pessoa, como quem no ensino público não pode ministrar doutoramentos, passa a poder! Ou dito de outro modo, os vice-versas do ensino superior público em que tudo é permitido.

    Nos Ciclos de Estudos Autorizados, constantes do site da DGES, não só não consta o Doutoramento em Ciências do Desporto da Escola Superior de Desporto de Rio Maior, do Instituto Politécnico de Santarém, em parceria com a Universidade da Madeira anunciado - em página actualizada em 16.4.2014 - no site desta Escola:

    http://www.esdrm.pt/Ensino/Doutoramento/CD/Index.html

    Como também já não consta o Doutoramento em Ciências de Desporto, da Universidade da Madeira que, porque não acreditado, devia ter sido descontinuado …

    Na 1.ª pessoa, descreve-se o modus operandi do Doutoramento em Ciências do Desporto da Escola Superior de Desporto de Rio Maior, do Instituto Politécnico de Santarém, em parceria com a Universidade da Madeira.

    http://www.oribatejo.pt/esdrm-com-doutoramento-em-ciencias-do-desporto/

    Obviamente que todos estão bem cientes que aos Politécnicos está vedado ministrarem Doutoramentos. Aliás, este facto até serve de argumento ao Presidente do Instituto Politécnico de Santarém para que os politécnicos passem a ser universidades…

    http://www.oribatejo.pt/2014/02/06/jorge-justino-defende-ligacao-do-instituto-politecnico-de-santarem-ao-politecnico-de-leiria/

    Como é possível a trapalhada deste Doutoramento? Com dinheiros públicos, refira-se…


    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.