terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Proibição de telemóveis na escola francesa

Emmanuel Macron, na sua campanha para presidente, havia prometido a medida e Jean-Michel Blanquer, o seu ministro da educação, concretiza-a: será proibido o uso dos telemóveis nas escolas - tanto nas aulas como nos recreios - a partir de Setembro de 2018.

Ver a notícia no Liberation e no Expresso

5 comentários:

  1. Bom, a proibição é para os telemóveis, não para o electrosmog (ex. Wi-fi). Macron "falha" o alvo e em simultâneo põe a nú toda a sua política.

    ResponderEliminar
  2. É destas decisões que precisamos nas nossas escolas, pois os nossos alunos estão completamente alienados pelas tecnologias e, obviamente, pelos telemóveis.
    A escola é um espaço para aprender e os intervalos deviam ser vocacionados para o convívio salutar com o outro, já que o homem é um animal social.
    Não me venham com o argumento de que o telemóvel é um instrumento necessário para a aprendizagem, pois isso é uma falsa questão.
    Há formas ancestrais de ensinar, de ensinar a pensar a desenvolver o espírito crítico, função primordial da escola.
    Os tempos mudaram , mas há constância na natureza humana.
    Infelizmente, falta vontade e força para que medidas destas sejam implementadas em Portugal.
    Dulce Marques

    ResponderEliminar
  3. Concordo em 99% com o que a leitora Dulce disse, mas acho que proibir nos recreios vai longe demais. A educação deveria começar em casa e com os pais, esta ideia da Escola substituir a função da família é que está a falhar e não vai lá com puro autoritarismo, como representa esta lei do Macron.

    O problema concreto da sujeição dos alunos a biliões de electrochoques por segundo também não pode ser desligado da salubridade da sala de aula e do processo de aprendizagem. Este blogue é bem claro. Este investigador, o Dr. Lennart Hardell foi o responsável pelos estudos que levaram a OMS a reclassificar a radiação electromagnética como cancerígeno 2B pela OMS, digamos que ele não brinca em serviço, isto é hoje um problema de saúde pública que carece do devido reconhecimento, e que vai sair muito caro a todos. É um problema que surgirá de modo claro num horizonte de 20-30 anos:
    https://lennarthardellenglish.wordpress.com/

    Países como a Suécia revelam um aumento consistente na incidência de tumores na cabeça relacionado com o uso do telemóvel, e isto é já um resultado muito consistente, não meras hipóteses:

    October 5, 2017
    Increasing brain tumor rates in Sweden
    https://lennarthardellenglish.wordpress.com/2017/10/05/increasing-brain-tumor-rates-in-sweden/




    ResponderEliminar
  4. Have a cell phone against your ear? You should consider putting it down
    http://www.fresnobee.com/news/local/article189586129.html

    ResponderEliminar
  5. Increased Risk For Brain Cancer, Low Sperm Count, Headaches, Impaired Memory...
    http://sanfrancisco.cbslocal.com/2017/12/14/california-cellphone-radiation-guidelines/

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.