quarta-feira, 24 de maio de 2017

“MATERIAIS E TECNOLOGIAS SUSTENTÁVEIS E AMIGAS DA SOCIEDADE”



No próximo dia 30 de Maio, terça-feira, pelas 18h00, realiza-se no Rómulo Centro Ciência Viva da Universidade de Coimbra a palestra intitulada Materiais e tecnologias sustentáveis e amigas da sociedade”. A palestrante será Elvira Fortunato, Professora do Departamento de Ciências dos Materiais da Universidade Nova de Lisboa. 



Elvira Fortunato tem-se distinguido pela invenção do transístor de papel. A sua investigação tem sido destacada por vários prémios internacionais. Por exemplo, Elvira Fortunato foi a primeira investigadora portuguesa a receber a medalha Blaise Pascal, da Academia Europeia de Ciências, em 2016.

Resumo da palestra:
Nos últimos 50 anos, observámos uma mudança drástica na nossa vida diária, uma vez que a sociedade nunca antes foi tão eficiente e interligada. Isso fornece um ambiente colaborativo que é essencial para o crescimento económico e progresso como são exemplo o: Silicon Valley para tecnologia da microeletrónica e Boston para a área da biotecnologia. Este desenvolvimento vertiginoso foi em parte ditado por uma regra empírica e impulsionada economicamente conhecida como a "lei de Moore". Na verdade, hoje um microprocessador tem mais de 7 mil milhões de transístores integrados numa área de aproximadamente 350 mm2. Esta inacreditável capacidade de integração com elevadas velocidades de processamento, capacidade de memória e múltiplas funcionalidades dá origem ao que chamamos hoje: eletrónica ubíqua. Apesar da importância da tecnologia do silício, existem aplicações em que é impossível, tecnicamente ou economicamente usá-lo. Displays ou mostradores são o exemplo mais notório, mais se quisermos que eles sejam flexíveis por exemplo.
Nesta palestra apresentaremos resultados sobre as novas tecnologias desenvolvidas no CENIMAT | i3N como eletrónica transparente e eletrónica de papel onde é possível ter o uso de materiais sustentáveis utilizados em aplicações disruptivas.

Esta palestra insere-se no ciclo "Ciência às Seis" coordenado por António Piedade.

Publico em geral
Entrada livre

Link para o evento no facebook

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.