quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

"A caravela perdida", novo livro de Régine Kolinsky

No próximo dia 9 de Fevereiro pelas 18 horas no Museu Nacional de Machado de Castro, em Coimbra, será apresentado o livro La caravelle perdeu, de Régine Kolinsky. A apresentação é de Carlos Fiolhais, professor da Universidade de Coimbra.



Sobre o livro. O livro explora um enigma da história: a caminho do novo mundo, um navio da frota de Pedro Álvares Cabral desaparece sem deixar qualquer vestígio mas passados mais de 500 anos reaparece intacto no Estado da Bahia, perto de um luxuoso complexo de lazer. Segue-se a estupefação e os equívocos, tanto da parte dos navegadores portugueses como dos nossos contemporâneos e começa uma intriga que mistura a ficção com a realidade. Trata-se de um imbróglio temporal que conduz o leitor numa descoberta apaixonada mas crítica do Brasil, segunda pátria da autora. 

Sobre a autora. Régine Kolinsky nasceu em 1959 na Bélgica. Doutorada e agregada em Psicologia, é Diretora da Unidade de Investigação em Neurociências Cognitivas da Universidade Livre de Bruxelas. É autora de mais de cem artigos científicos e foi professora visitante na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Brasil, onde viveu durante dois anos. Publicou em coautoria com José Morais obras como A última metamorfose de Zeus (Gradiva, 2005).

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.