quarta-feira, 27 de junho de 2018

Telemóveis na escola e na sala de aula: "sim, mas..." e "não, mas..."


No programa de televisão (RTP 1) Prós e Contras de ontem, um debate sobre Telemóveis nas Escolas: Sim ou Não?

A ideia que passou (ou pelo menos com que eu fiquei): "sim, mas..." e "não, mas..."

Percebeu-se o que já se sabe: a investigação científica não é conclusiva sobre benefício ou o prejuízo  do uso do telemóvel na escola e, mais concretamente, na sala de aula, quer como "ferramenta pedagógica", quer como "elemento de socialização".

Muito bem! Mas sendo assim, reconhecendo-se dúvidas pronunciadas e sérias, não recomendaria a mais elementar prudência não usar os ditos equipamentos nesses contextos?

2 comentários:

  1. Vamos sempre bater na questão primordial:
    A escola serve, principalmente, para quê?
    Para alimentar meninos pobres?
    Para socializar as crianças e os jovens?
    Para jogar com os telemóveis?
    Para criar um ambiente insuportável de toques polifónicos provenientes, quando menos se espera, de vários cantos da sala de aula?
    Para ser um elevador social que eleve as crianças das classes que ocupam a base da pirâmide social até ao vértice superior?
    Para ser o lugar de convívio ideal entre pessoas que querem ensinar e aprender?

    ResponderEliminar
  2. Aulas sem telemóveis, LOL, o último grito da moda!

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.