segunda-feira, 29 de junho de 2020

NOVOS CLASSICA DIGITALIA

Os Classica Digitalia têm o gosto de anunciar 2 novas publicações com chancela editorial da Imprensa da Universidade de Coimbra. Os volumes dos Classica Digitalia são editados em formato tradicional de papel e também na biblioteca digital, em Acesso Aberto.

Além do usual circuito de distribuição da IUC, a versão impressa das novas publicações encontra-se disponível nas lojas Amazon.

NOVIDADES EDITORIAIS

Série “Portugaliae Monumenta Neolatina” [Edição de texto latino, tradução e comentário]

 - António Guimarães Pinto e Sebastião Pinho, D. Jerónimo Osório. Opera Omnia. Tomo IV. Paráfrase aos Salmos (Salmos 1 a 75). Fixação do texto latino, introdução, tradução, notas (Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2020) 510 p.

Link: http://monographs.uc.pt/iuc/catalog/book/48

[Conquanto não publicadas em vida, as "Paráfrases aos Salmos" de David constituem uma das obras em que a mestria de múltiplos registos literários e o superior domínio da língua latina de D. Jerónimo Osório se revelam de forma bastante primorosa. O pensador político, o exegeta bíblico bem informado, o moralista cristão e até o místico aliam-se com felicidade numa obra em que, valendo-se da liberdade relativa que o género parafrástico lhe concedia e sobre a sugestão da passional e por vezes arrebatada expressão dos textos salmísticos, o Autor pode espraiar-se e dar livre curso aos seus sentimentos e pensamentos mais íntimos, numa obra que também tem a particularidade de ser a mais extensa de todas as que são inteiramente produção sua.]

- António Guimarães Pinto e Sebastião Pinho, Manuel Pimenta. Opera Omnia. Tomo II (Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2020) 796 p.

Link: http://monographs.uc.pt/iuc/catalog/book/44

[Reúnem-se neste 2º tomo dos “Opera Omnia” de Manuel Pimenta todas as composições poéticas que foi possível coligir deste esquecido vate latino escalabitano, com exclusão daquelas que eram do conhecimento mais ou menos restrito de alguns quantos eruditos e se encontravam recolhidas no volume póstumo dos “Poemata”, publicado em Coimbra, no ano de 1622, graças à diligência dos seus confrades da Companhia de Jesus, e que constituem na íntegra o conteúdo do tomo I desta série, saído a lume em novembro de 2016, também em Coimbra.]

Votos de boas leituras.

Sem comentários:

Publicar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.