segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

"A Ciência e os seus inimigos" em Lousada

Informação publicada pelo jornal "VERDADEIRO OLHAR":
O professor universitário e ensaísta português Carlos Fiolhais vai estar, no dia 16 de Fevereiro, na Casa das Videiras, numa palestra intitulada “A ciência e os seus inimigos”, curiosamente o título de um dos seus livros, editado pela Gradiva.
Refira-se que o Centro de Educação Ambiental está instalado na Casa das Videiras, tendo entrado em funcionamento no passado dia 5 de Dezembro, junto ao Parque Urbano Dr. Mário Fonseca.
Este espaço tem uma vocação lúdico-didática orientada para a realização de actividades de educação ambiental formal e informal, com o intuito de promover a protecção do meio ambiente e a sua valorização junto da comunidade.
É, também objectivo do centro proporcionar formação em matéria de ambiente e conservação da natureza a agentes educativos e aos estudantes.
A Casa das Videiras – Centro de Educação Ambiental, resulta de um investimento de 180 mil euros financiado em 85% pelo Norte2020 e FEDER.
Carlos Fiolhais é, também, um reconhecido físico e divulgador da cultura científica.

1 comentário:

  1. Grandes inimigos da Ciência são os funcionários superiores do Ministério da Educação que, em conluio com o ministro Tiago Brandão Rodrigues querem, por via administrativa - através dos instrumentos das equivalências a licenciatura ad hoc e da extensão legal do tratamento honorífico de "doutor" a todos os diplomados em institutos politécnicos, como o Dr. Macaco, líder da claque dos dragões, os doutores enfermeiros ou os doutores escrivães de Direito, por exemplo - transformar, rapidamente e à força, Portugal numa Doutoralândia! O que está em causa não é uma boa preparação académica e profissional. Veja-se o caso dos enfermeiros: eles são gente que sempre cuidaram bem de gente, mesmo quando eram apenas enfermeiros - e que não fossem, porque os auxiliares de ação médica também cuidam muito bem dos doentes!- mas se querem melhorar a prestação os seus cuidados, e serem mais bem remunerados, devem frequentar uma Universidade que lhes abra as portas de uma licenciatura verdadeira em Medicina!
    Adotando formas de luta revolucionárias, os enfermeiros estão a esquecer que o Portugal de 2019, apesar de mal governado por Costa, Jerónimo e Catarina Martins, a Grande, já não é o país rumo ao socialismo onde os doutores professores do liceu se viram ultrapassados pelas novas licenciadas educadoras de infância. Era no tempo em que as enfermeiras, com a quarta classe, ou pouco mais, faziam, de uma assentada, manhãs, tardes e noites de milhares de escudos!

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.